A UTILIZAÇÃO DE AGREGADO RECICLADO NA CONFECÇÃO DE CONCRETO

Wagner Fenili de Borba, Gabriela Cassol, Liane da Silva Bueno

Resumo


O objetivo desse estudo foi avaliar o uso dos resíduos de concreto em substituição, parcial ou total, do agregado graúdo natural na confecção de concreto, a fim de diminuir os custos e evitar o impacto ambiental. Os ensaios laboratoriais foram realizados no laboratório de concreto e argamassa da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP) Campus de Caçador/SC. Foram realizados a caraterização dos agregados utilizados, bem como a dosagem do concreto e ensaios no estado fresco e endurecido. O agregado graúdo natural (AGN) apresentou granulometria mais uniforme, enquanto que o agregado graúdo reciclado de concreto (AGRC) apresentou maior heterogeneidade entre as partículas. Em relação ao concreto, a evolução da resistência à compressão foi gradual ao longo dos dias em todos os traços, porém no concreto confeccionado com 100% AGRC, a resistência a compressão aos sete dias após a confecção já é maior que os demais e aumentou de maneira moderada até os 28 dias de idade, chegando a valores 18,9% superiores ao concreto padrão. Diante disso, pode se afirmar que o concreto feito a partir de AGRC tem características similares, e até superiores, ao concreto convencional e pode ser usado em substituição aos agregados naturais sem perdas nas características estruturais, diminuindo assim os impactos ambientais causados pela exploração desses recursos.

Palavras-Chave: Agregado graúdo de concreto reciclado, concreto com agregados reciclados, sustentabilidade.

ABSTRACT

The objective of this study was to evaluate the use of waste concrete in replacement, partial or total, big household natural in the confection of concrete, in order to cut costs and avoid the environmental impact. The laboratory tests were performed at the laboratory of concrete and mortar University Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP) Campus of Caçador/SC. Were performed the characterization of the aggregates used, as well as the concrete dosing and tests in the fresh state and hardened. The big household natural (AGN) presented more uniform particle size, while the big recycled aggregate concrete (AGRC) presented greater heterogeneity between the particles. In relation to the concrete, the development of resistance to compression was gradual over the days in all traits, but in concrete made with 100% AGRC, resistance to compression to seven days after the bone is already greater than the remaining and dramatically increased moderate until the 28 days of age, reaching values of 18.9% higher than the standard concrete. Moreover, one can affirm that the concrete made from AGRC has similar characteristics, and even superior to conventional concrete

and can be used as a replacement for natural aggregates without losses on structural characteristics, thus reducing the environmental impacts caused by the exploitation of these resources.

Keywords: Aggregate coarse recycled concrete, concrete with recycled aggregates, sustainability.

 


Texto completo:

PDF


Direitos autorais 2017 Ignis: Periódico Científico de Arquitetura e Urbanismo, Engenharias e Tecnologia da Informação

ISSN: 2316-1221

-------------------------------------------------------------

Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP)- Rua Victor Baptista Adami, 800- Centro
CEP: 89500-000 - Cx. Postal 232 - Fone: (49) 3561-6200 E-mail: uniarp@uniarp.edu.br
Copyright © 2010 UNIARP. Todos os direitos reservados.