A PERSONAGEM DO CONTO POPULAR E A FORMAÇÃO DO LEITOR NA INFÂNCIA: A AFILHADA DA DONA DO VESTIDO PRETO, DE RICARDO AZEVEDO

Deisi Luzia Zanatta

Resumo


Este artigo tem como norteamento central realizar uma análise do conto A afilhada da dona do vestido preto, do escritor brasileiro Ricardo Azevedo, particularmente refletir sobre a trajetória de uma das protagonistas – a afilhada – que ao descobrir que sua madrinha é a Morte, passa por vários conflitos psicológicos. Neste sentido, tal conto se faz relevante no que diz respeito à formação de leitores na infância, especialmente, porque estas histórias abordam temáticas ainda consideradas tabus na nossa sociedade. Para tal, buscamos subsídios teóricos em: Eliade (1963), Wellek e Warren (1949) e Corso (2004) sobre a origem e conceituação de mito, elemento presente nos contos populares; conforme Barthes (1982), o simbólico como componente fundamental da obra literária; segundo Bettelheim (2002) a relevância do conto popular na infância, e, conforme Petit (2008, 2009, 2013) e Languer (2005) sobre a experiência literária Concluímos que o conto não somente trata de um tema ainda pouco explorado na literatura, mas também da importância que tais histórias universais e mágicas, íntimas e cotidianas, fazem o leitor experienciar para entender a si mesmo e ultrapassar determinadas situações.

Palavras-chave: Conto popular. Personagem. Formação do leitor. Infância.

ABSTRACT

This article is aimed at establishing an analyzsis the tale The black dress owner´s goddaughter, by Ricardo Azevedo, particularly to reflect about the trajectory one of the main character – goddaughter – when she discoveries that her godmother is death, she has many psychological conflicts. So, this tale is important in terms of the reader training, especially, because these stories to deal themes still considered taboo in our society. For that, we search on theoretical contributions by Eliade (1963), Wellek e Warren (1949) and Corso (2004), about the origin and concept the myth; according to Barthes (1982), the symbolic as a fundamental component of the literary work; in  Bettelheim (2002), the relevance of the fairy tale in childhood and and according to Petit (2008, 2009, 2013) and Languer (2005) about literary experience. We conclude that the story not only show a subject rarely explored in literature, but also the importance that universal and magic stories, intimate and everyday, make the reader experience to understand himself and transcend  certain situations.

Keywords: Fairy Tale. Character. Reader training. Childhood.


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.33362/professare.v6i1.1040

Licença Creative Commons

Este obra está licenciado com uma Licença  Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional

 

ISSN: 2238-9172

-------------------------------------------------------------

Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP)- Rua Victor Baptista Adami, 800- Centro
CEP: 89500-000 - Cx. Postal 232 - Fone: (49) 3561-6200