ALEITAMENTO MATERNO E PASTORAL DA CRIANÇA: UMA ANÁLISE DOCUMENTAL

Gabriele Alves de Paula Chemin, Suzelaine Taize Stadler, Elaine Cristina de Oliveira, César Rey Xavier, Cristina Ide Fujinaga

Resumo


O artigo faz uma análise crítica documental do material impresso utilizado pelas líderes da Pastoral da Criança, sobre o aleitamento materno. A natureza do estudo é qualitativa, utilizando o método de análise de conteúdo do tipo temática e estrutural, a partir da análise documental. O material analisado reforça o conhecimento científico e a função biológica do aleitamento materno, homogeneizando as ações e descontextualizando a ação local e comunitária. A organização da Pastoral em grupos pequenos favorece o trabalho de apoio ao aleitamento materno, porém há muito que considerar sobre o papel singular de cada líder além do que está posto nos materiais padronizados pela instituição.

Palavras-chave: Aleitamento materno. Organização comunitária. Políticas públicas.

 

BREASTFEEDING AND PASTORAL OF THE CHILD: A DOCUMENTAL ANALYSIS

 

ABSTRACT: The article makes a documentary critical analysis of printed material used by leaders of the Pastoral on breastfeeding. The nature of the study is qualitative, using the method of analysis of content of thematic and structural type, from the documentary analysis. The analyzed material reinforces the scientific knowledge and the biological function of breastfeeding, homogenizing actions and decontextualizing local and community action. The Pastoral organization in small groups favors the work in support of breastfeeding, but there is much to consider about the unique role of each leader beyond what is laid on standardized materials by the institution.

Keywords: Breast feeding. Communitarian organization. Public policies.


Palavras-chave


Aleitamento materno; Organização comunitária; Políticas públicas.

Texto completo:

PDF

Referências


ALVES, V.S. Um modelo de educação em saúde para o Programa Saúde da Família: pela integralidade da atenção e reorientação do modelo assistencial. Interface (Botucatu), Botucatu , v. 9, n. 16, p. 39-52, Feb. 2005.

AKRÉ, J. (Org). Alimentação Infantil: bases fisiológicas. São Paulo: Instituto de Saúde, 1994.

ANJOS, G. Maternidade, cuidados do corpo e "civilização" na Pastoral da Criança. Rev. Estud. Fem., Florianópolis , v. 15, n. 1, p. 27-44, Abr. 2007.

BRASIL. Ministério da Saúde (MS). Política nacional de atenção integral à saúde da mulher - Princípios e Diretrizes. Secretária de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Brasília: Ministério da Saúde (MS); 2004.

________. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. Cartilha para a mulher trabalhadora que amamenta / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Ações Programáticas Estratégicas. – 2. ed. – Brasília : Ministério da Saúde, 2015. (BRASIL, 2015a)

________. Ministério da Saúde. Secretaria de Atenção à Saúde. Departamento de Atenção Básica. Saúde da criança: aleitamento materno e alimentação complementar / Ministério da Saúde, Secretaria de Atenção à Saúde, Departamento de Atenção Básica. – 2. ed. – Brasília : Ministério da Saúde, 2015. (BRASIL, 2015b)

________. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Lei no 13.257, de 8 de março de 2016. Dispõe sobre as políticas públicas para a primeira infância e altera a Lei no 8.069, de 13 de julho de 1990 (Estatuto da Criança e do Adolescente), o Decreto-Lei no 3.689, de 3 de outubro de 1941 (Código de Processo Penal), a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), aprovada pelo Decreto-Lei no 5.452, de 1o de maio de 1943, a Lei no 11.770, de 9 de setembro de 2008, e a Lei no 12.662, de 5 de junho de 2012. 2016. (BRASIL, 2016a)

________. Presidência da República. Casa Civil. Subchefia para Assuntos Jurídicos. Decreto nº 8.737, de 3 de maio de 2016. Institui o Programa de Prorrogação da Licença-Paternidade para os servidores regidos pela Lei nº 8.112, de 11 de dezembro de 1990. 2016. (BRASIL, 2016b)

COSTA, G.D.; COTTA, R.M.M.; REIS, J.R.; BATISTA, R.S.; GOMES, A.P.; FRANCESCHINI, S.C.C. Avaliação do cuidado à saúde da gestante no contexto do Programa Saúde da Família. Cien Saude Colet, v. 14, Supl. 1, p. 1347-1357, 2009.

CUNHA, A.J.; LEITE, A.J.; ALMEIDA, I.S. The pediatrician’s role in the first thousand days of the child: the pursuit of healthy nutrition and development. Jornal de Pediatria, Rio de Janeiro, n 91, p. 44-51, 2015.

FONSECA, L.M.M.; et al . Cartilha educativa para orientação materna sobre os cuidados com o bebê prematuro. Rev. Latino-Am. Enfermagem, Ribeirão Preto, v. 12, n. 1, p. 65-75, Fev. 2004.

FREIRE, P. Pedagogia do oprimido. 12ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1983.

GERHARDT. T.E.; SILVEIRA, D.T. (Org.). Métodos de pesquisa. Coordenado pela Universidade Aberta do Brasil – UAB/UFRGS e pelo Curso de Graduação Tecnológica – Planejamento e Gestão para o Desenvolvimento Rural da SEAD/UFRGS. – Porto Alegre: Editora da UFRGS, 2009.

GIUGLIANI, E.R.J. O aleitamento materno na prática clínica. Jornal de Pediatria. Vol. 76, Supl.3, 2000.

___________, E.R.J. Amamentação exclusiva. In: CARVALHO, MR. (Org.) Amamentação - Bases Científicas. 3ª ed. Rio de Janeiro, Guanabara Koogan, 2010.

GONÇALVES, C.V.; CESAR, J.A.; SASSI, R.A.M. Qualidade e equidade na assistência à gestante: um estudo de base populacional no Sul do Brasil. Cad Saude Publica, v. 25, n. 11, p. 2507-2516. 2009.

KALIL, IR, AGUIAR, AC. Trabalho feminino, políticas familiares e discursos pró-aleitamento materno: avanços e desafios à equidade de gênero. Saúde em Debate, Rio de Janeiro, no prelo. 2016. Disponível em http://www.saudeemdebate.org.br/artigos/ artigo_int.php?id_artigo=4099. Acesso em: 16 ago. 2016.

MINAYO, M.C.S. O desafio do conhecimento. Pesquisa qualitativa em saúde. São Paulo: Hucitec; Rio de Janeiro: ABRASCO; 2000.

PASTORAL DA CRIANÇA. Lições da Pastoral da Criança: entrevista com Zilda Arns Neumann. Estud. av., São Paulo , v. 17, n. 48, p. 63-75, Ago. 2003.

___________. Guia do Líder da Pastoral da Criança: para países de língua portuguesa. Curitiba: il.color, 2015.

RIOS, C.T.F; VIEIRA, N.F.C. Ações educativas no pré-natal: reflexão sobre a consulta de enfermagem como um espaço para educação em saúde. Cienc Saude Colet., v. 12, n. 2, p. 477-486. 2007.

SALIBA, N. A.; et al . Freqüência e variáveis associadas ao aleitamento materno em crianças com até 12 meses de idade no município de Araçatuba, São Paulo, Brazil. Rev. Bras. Saude Mater. Infant., Recife , v. 8, n. 4, p. 481-490, dez. 2008.

SILVA, R.M.; et al . Cartografia do cuidado na saúde da gestante. Ciênc. saúde coletiva, Rio de Janeiro, v. 17, n. 3, p. 635-642, mar. 2012.

TERUYA, K; BUENO, L.G.S.; SERVA, V. Manejo da lactação. In: REGO, J.D. Aleitamento Materno. 2° Ed, Atheneu. São Paulo, 2009.

TETER, M.S.H.; OSELAME, G.B.; NEVES, E.B. Amamentação e desmame precoce em lactantes de Curitiba. Revista Espaço para a Saúde, Londrina, v. 16, n. 4, p. 55-63, out/dez. 2015.




DOI: http://dx.doi.org/10.33362/ries.v7i2.1443

Direitos autorais 2019 Revista Interdisciplinar de Estudos em Saúde

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2238-832X

-------------------------------------------------------------

Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP)
Rua Victor Baptista Adami, 800 - Centro
CEP: 89500-000 - Cx. Postal 232 - Fone: (49) 3561-6200
E-mail: uniarp@uniarp.edu.br

Copyright © 2010 UNIARP. Todos os direitos reservados.