UM LEVANTAMENTO QUANTITATIVO DA UTILIZAÇÃO DO INSTRUMENTO KIDSCREEN NA AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DE VIDA DE CRIANÇAS: UMA REVISÃO NA PRODUÇÃO CIENTÍFICA UTILIZANDO A BASE DE DADOS SCOPUS

MYLENA APARECIDA RODRIGUES ALVES, Guilherme Moreira Caetano Pinto, Márcia Helena Baldani Pinto, Bruno Pedroso

Resumo


O objetivo do presente foi realizar um levantamento quantitativo bibliográfico sobre a utilização dos instrumentos KIDSCREEN na literatura acadêmica. Para tal, utilizaram-se as palavras-chave “Quality of Life” e “KIDSCREEN” para a busca na base de dados da SCOPUS, o espaço temporal selecionado considerou todas as publicações anteriores até o ano de 2016. O retorno foi de 317 artigos científicos. Destes, 148 foram excluídos por não se enquadrarem nos critérios de inclusão e, consequentemente, foram selecionados 169 artigos para análise na presente pesquisa. Os periódicos que obtiveram mais publicações foram o Quality of Life Research, e o Health and Quality of Life Outcomes. Em relação à utilização das três versões do instrumento KIDSCREEN (52, 27 e 10), a versão 52 foi a mais utilizada pelos pesquisadores, seguida pela versão 27. A aplicação do instrumento KIDSCREEN ocorreu em maior frequência por autores da Europa (Alemanha e Espanha) e da América do Sul (Brasil e do Chile), totalizando 29% do total de publicações selecionadas para a presente pesquisa. Concluiu-se que o uso dos instrumentos KIDSCREEN vem crescendo nos últimos anos e são usados em diversos grupos, de populações gerais e específicas, o que sugere sua eficiência em ambos os casos.


Palavras-chave


KIDSCREEN. Qualidade de vida; Avaliação; Crianças; Adolescentes.

Texto completo:

PDF

Referências


AZAMBUJA, Maria Regina Fay. Violência sexual intrafamiliar: é possível proteger a crianças? Revista Virtual Texto e Contexto, v. 5, n. 5, p. 1-19, nov. 2006.

CORREIA, Fernanda Ribeiro; DE CARLO, Marysia Mara Rodrigues Prado. Avaliação de qualidade de vida no contexto dos cuidados paliativos: revisão integrativa de literatura. Revista Latino-Americano de Enfermagem, v. 20, n. 2, p. 1-10, mar./abr, 2012.

DEY, Michelle; LANDOLT, Markus. A.; MOHLER-KUO, Meichun. Health-related quality of life among children with mental health problems: a population-based approach. Health Quality of Life, v. 10, n. 1, p. 73, jun. 2012.

FLECK, Marcelo de Pio Almeida. O instrumento de avaliação de qualidade de vida da Organização Mundial da Saúde (WHOQOL-100): características e perspectivas. Ciências da Saúde Coletiva. Rio de Janeiro, v. 5, n. 1, p. 33-38, 2000.

FLECK, M. P. A. Problemas conceituais em qualidade de vida. In: FLECK, M. P. A. et al. (Org.). A avaliação de qualidade de vida: guia para profissionais da saúde. Porto Alegre: Artmed, 2008.

GASPAR, Tania; MATOS, Margarida Gaspar; LEAL, Isabell. Qualidade de vida e bem-estar em crianças e adolescentes. Revista Brasileira de Terapias Cognitivas, Rio de Janeiro, v. 2, n. 2, p. 47-60, dez. 2006.

GASPAR, T; MATOS, M. G. Qualidade de vida em crianças e adolescentes: versão portuguesa dos instrumentos KIDSCREEN 52. Lisboa: Aventura Social e Saúde, 2008.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4. ed. São Paulo: Atlas, 2002.

GRÁCIO, Maria Claudia Canbrini; OLIVEIRA, Ely Francina Tannuri de. A inserção e o impacto internacional da pesquisa brasileira em 'estudos métricos': uma análise na base Scopus. Tendências da Pesquisa Brasileira em Ciência da Informação, v. 5, n. 1, p. 1-19, 2012.

HIDALGO-RAMUSSEN, Carlos Alejandro; RAJMIL, Luis; ESPINOZA, Rosa Montaño. Adaptación transcultural del cuestionario KIDSCREEN para medir calidad de vida relacionada con la salud en población mexicana de 8 a 18 años. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 19, n. 7, p. 2215-2224, jun./out. 2014.

JERVAEUS, A.; KOTTORP, A.; WETTERGREN, L. Psychometric properties of KIDSCREEN-27 among childhood cancer survivors and age matched peers: a rasch analysis. Health Quality of Life Outcomes, v. 13, n. 1, p. 11-96, jun. 2013.

JIROJANAKUL, Pragai; SKEVINGTON, Suzanne. Developing a quality of life measure for children aged 5-8 years. British Journal of Health Psychology, v. 5, n. 3, p. 299-321, set. 2000.

LANDEIRO, Graziela Macedo Bastos et al. Revisão sistemática dos estudos sobre qualidade de vida indexados na base de dados Scielo. Ciências e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 16, n. 10, p. 4257-4266, 2011.

RAVENS-SIEBER, U. et al. The European KIDSCREEN approach to measure quality of life and well-being in children: development, current application, and future advances. Quality of Life Research, Oxford, v. 23, n. 3, p. 791-803, abr. 2014.

SEIDL, Eliane Maria Fleury; ZANNON, Célia Maria Lana da Costa. Qualidade de vida e saúde: aspectos metodológicos e conceituais. Caderno de Saúde Pública, Rio de Janeiro, v. 20, n. 2, p. 580-588, mar./abr, 2004.

SOARES, A. H. R. et al. Qualidade de vida de crianças e adolescentes: uma revisão bibliográfica. Ciência e Saúde Coletiva, Rio de Janeiro, v. 16, n.7 p. 3197-3206, jul. 2011.




DOI: http://dx.doi.org/10.33362/ries.v8i2.1513

Direitos autorais 2019 Revista Interdisciplinar de Estudos em Saúde

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2238-832X

-------------------------------------------------------------

Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP)
Rua Victor Baptista Adami, 800 - Centro
CEP: 89500-000 - Cx. Postal 232 - Fone: (49) 3561-6200
E-mail: uniarp@uniarp.edu.br

Copyright © 2010 UNIARP. Todos os direitos reservados.