ABORDAGENS ESTÉTICAS NÃO INVASIVAS PARA A HIPERPIGMENTAÇÃO ORBITAL

Lívia Filla Nunes, Angela Beatriz Simon, Mônica Magdalena Descalzo Kuplich

Resumo


A hiperpigmentação orbital, comumente denominada "olheira", proporciona à face aspecto de cansaço e envelhecimento, podendo até mesmo provocar um impacto na qualidade de vida do portador. Ela é caracterizada pelo escurecimento da área dos olhos e ocorre, dentre outros motivos, pelo aumento localizado de melanina e alterações vasculares regionais. Atualmente, dispõe-se de diversos recursos estéticos para seu cuidado, entretanto nenhum dos métodos consegue eliminar esse problema de forma definitiva. A maioria dos tratamentos tópicos utilizados consiste basicamente na aplicação de produtos despigmentantes (vitamina C, vitamina E, vitamina K1, ácido azelaico, ácido fítico, ácido kójico, arbutin, biosome C, fosfato de ascorbil magnésio, ácido tio- glicólico, hidroquinona, haloxyl), agentes esfoliantes (AHAs, BHAs, PHAs), antioxidantes (vitamina B3, B5, C, E, ubiquinona) ativos que atuam na microcirculação e no fortalecimento da derme. Outra forma de terapia consiste em técnicas eletroestéticas como microcorrentes, peeling de diamante e de cristal, LASER, LIP, carboxiterapia. Existem poucos estudos sobre a eficácia dessas terapias, estudos comparativos entre elas e, principalmente, sobre a correlação dos resultados com as características epidemiológicas dos pacientes. Há poucas publicações na literatura sobre hiperpigmentação periorbital e, embora as opções de tratamento sejam muito vastas, a maioria carece de embasamento científico que comprove sua eficácia e duração. O presente estudo objetivou apresentar abordagens estéticas atuais para reduzir a aparência escurecida dessa área da face. Além disso, a criação de protocolos estéticos com as devidas contra-indicações e sugestões de home care.


Palavras-chave


pálpebra; hiperpigmentação; estética, olheiras

Texto completo:

PDF (Português)

Referências


AGNE, Jones Eduardo. Eu sei eletroterapia. Santa Maria: Pallotti, 2009.

ALAM, M.; GLADSTONE, H.B.; TUNG, R.C. Deramatologia Cosmética. Rio de Janeiro: Elsevier, 2010.

BORKOW, G. et al. Improvement of facial skin characteristics using copper oxide containing pilloecases: a double-blind, placebo-controlled, parallel, randomized study.International Journal of Cosmetic Science, p. 1-7, 2009.

CAMERON, M. Agentes físicos na reabilitação. 3 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

CATANIA, A. S. et al. Vitaminas e minerais com propriedades antioxidantes e risco cardiometabólico: controversas e perspectivas. Arq Bras Endocrinol Metab. v. 3, p. 53-5, 2009.

CHAVANTES, M. C. Laser em bio-medicina: princípios e prática: guia para iniciantes, pesquisadores e discentes na área da saúde e exatas. São Paulo: Atheneu, 2009.

COSTA, A. et al. Peeling de gel de ácido tioglicólico 10%: opção segura e eficiente na pigmentação infraorbicular constitucional. Surg Cosmet Dermatol. p. 29-33, 2010.

CYMBALISTA, N. C.; GARCIA, R.; BECHARA, S. J. Classificação etiopatogênica de olheiras e preenchimento com ácido hialurônico: descrição de uma nova técnica utilizando cânula. Surgical Cosmetic Dermatology, v.4, n.4, p 315-21, 2012.

DRAELOS, Z. D. Cosmecêuticos. 2 ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2009.

EBERLIN, S. et al. Effects of a Brazilian herbal compound as a cosmetic eyecare for periorbital hyperchromia (‘‘dark circles’’). Journal of Cosmetic Dermatology. v. 8, p. 127–35, 2009.

ELWING, A; SANCHES, O. Drenagem linfática manual. São Paulo: Senac, 2010.

GUIRRO, E.; GUIRRO, R. Fisioterapia dermato-funcional: fundamentos, recursos, patologias. 3 ed. Barueri: Manole, 2010.

GOLDBERG, D. J. Laser em Dermatologia. São Paulo: Livraria Santos, 2007.

GOMES, R. K.; DAMAZIO, M. G. Cosmetologia: descomplicando os princípios ativos. 3 ed. São Paulo: Livraria Médica Paulista, 2009.

GONCHOROSKI, D. D.; CORREA, G. M. Tratamento de hipercromia pós-inflamatória com diferentes formulações clareadoras. Informa, v.17, n. 3/4, 2005.

HERNANDEZ, M.; FRESNEL, M. M. Manual de Cosmetologia. 3 ed. Rio de Janeiro: Revinter, 1999.

HORIBE, E. K. Estética Clínica & Cirúrgica. Rio de Janeiro: Revinter, 2000.

JEDWAB, S. K. K. Laser e outras tecnologias na dermatologia. São Paulo: Santos, 2010.

KALIL, C. L. P. V. Laser e outras fontes de luz na dermatologia. Rio de Janeiro: Elsevier, 2011.

KEDE, M. P. V.; SABATOVICH, O. Dermatologia Estética. 2 ed. São Paulo: Atheneu, 2009.

LEDUC, A.; LEDUC, O. Drenagem linfática: teoria e prática, 3 ed. São Paulo: Manole, 2008.

MARTINEZ, M.; RITTES, P. Beleza sem Cirurgia. Tudo que você pode fazer para adiar a plástica. 2 ed. São Paulo: Senac, 2003.

MIYAZAKI, S. F. Utilização do chá-verde em cosmética. Cadernos de Prospecção. v. 1, n. 1, p. 10-3, 2008.

NUNO, O. Laser em dermatologia: conceitos básicos e aplicações. 2 ed. São Paulo: Roca, 2009.

OHSHIMA, H; TAKIWAKI, H. Evaluation of dark circles of the lower eyelid: comparison between reflectance meters and image processing and involvement of dermal thickness in appearance. Skin Research and Technology. v. 14, p. 135–41, 2008.

OHSHIMA, H. et al. Effects of vitamin C on dark circles of the lower eyelids: quantitative evaluation using image analysis and echogram. Skin Research and echnology. v. 15, p. 214¬-7, 2009.

RIBEIRO, C. J. Cosmetologia aplicada a dermocosmética, 2 ed. São Paulo: Pharmabook, 2010.

ROH, M. R.; CHUNG, K. Y. Infraorbital Dark Circles: Definition, Causes, and Treatment Options. Dermatol Surg v. 35, n.2, p. 1163-71, 2009.

SAMPAIO, S.; RIVITTI, E. A. Dermatologia. 3 ed. São Paulo: Artes Médicas, 2008.




DOI: http://dx.doi.org/10.33362/ries.v2i2.166

Direitos autorais 2015 Revista Interdisciplinar de Estudos em Saúde

Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial-SemDerivações 4.0 Internacional.

ISSN: 2238-832X

-------------------------------------------------------------

Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP)
Rua Victor Baptista Adami, 800 - Centro
CEP: 89500-000 - Cx. Postal 232 - Fone: (49) 3561-6200
E-mail: uniarp@uniarp.edu.br

Copyright © 2010 UNIARP. Todos os direitos reservados.