MOROSIDADE NO PROCESSO DE ADOÇÃO

Autores

  • Stéfani Cardozo Pereira Universidade do Alto Vale do Rio do Peixe - Uniarp, Caçador, SC
  • Ivonete Moreira

Resumo

RESUMO: O objetivo é investigar sobre a demora na concretização nos procedimentos da adoção. São objetivos específicos: demonstrar a história do poder familiar e como ocorre a destituição; entender os aspectos da adoção, seus requisitos e funcionamento no Cadastro Nacional de Adoção; e compreender o que ocasiona a lentidão no processo. No primeiro item será abordado o contexto histórico do instituto familiar seu conceito e deveres bem como extinção do poder familiar. No segundo item, apontará sobre o contexto histórico da adoção seu conceito e requisitos. No terceiro item será apresentado os principais fatores que ocasionam a lentidão no processo. O estudo faz uso do método indutivo observando a Normalização dos Trabalhos Acadêmicos da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP) e regras da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Conclui-se que essa morosidade prejudica tão somente a criança ou adolescente que está à espera de um novo núcleo familiar.

Biografia do Autor

Stéfani Cardozo Pereira, Universidade do Alto Vale do Rio do Peixe - Uniarp, Caçador, SC

Mestre em Ciência Jurídica

Licenciado em História

Bacharel em Direito

Downloads

Publicado

2019-09-06

Edição

Seção

Artigos