RESOLUÇÃO DE CONFLITOS PENAIS: JECRIM E JUSTIÇA RESTAURATIVA

Autores

  • Gabrielle Aparecida Bairros de Souza
  • Aldair Marcondes
  • José Luiz Gonçalves da Silveira
  • Levi Hulse Universidade do Alto Vale do Rio do Peixe - Uniarp, Caçador, SC

Resumo

RESUMO: Com o aumento da população e dos conflitos sociais, acabam sendo judicializados mais e mais situações de conteúdo penal, o que abarrota o Judiciário. Como solução surge o Juizado Especial Criminal trazendo uma proposta de celeridade e pouca formalidade, o que equaliza eventuais disfunções entre ajuizamentos e baixas processuais, vez que permite composições entre as partes, e até mesmo entre o agente e o Estado. Além disso, e até se valendo da abertura trazida pela Lei do JECRIM, surge um novo modelo de resolução dos conflitos, a chamada justiça restaurativa, que poderá ser promovida em conjunto e a qualquer fase do processo, possuindo objetivos mais amplos, pois visa recompor as rupturas emocionais dos envolvidos.

Biografia do Autor

Levi Hulse, Universidade do Alto Vale do Rio do Peixe - Uniarp, Caçador, SC

Mestre em Ciência Jurídica

Licenciado em História

Bacharel em Direito

Downloads

Publicado

2019-09-06

Edição

Seção

Artigos