POLÍTICA, QUALIDADE E TECNOLOGIA NO FOMENTO AO HÁBITO DE LEITURA

POLICY, QUALITY AND TECHNOLOGY IN PROMOTING THE READING HABIT

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33362/ext.v9i2.2789

Resumo

A leitura pode ser considerada um elemento fundamental para a construção do conhecimento. Diferentemente do que afirma o senso comum, a leitura não é um elemento inato, mas hábito construído ao longo da trajetória de vida de cada sujeito. Com base especialmente, na teoria de Pierre Bourdieu sobre os habiti, este texto discute a construção do hábito de leitura, especialmente no contexto da educação, a partir de três aspectos: as políticas públicas, a questão da qualidade na educação e o papel das tecnologias digitais na questão proposta. Metodologicamente, a análise é teórica com base em pesquisa bibliográfica. Constata-se que a escola tem papel fundamental no fomento ao hábito de leitura. As políticas públicas têm importância vital, pois fornecem as diretrizes fundamentais do trabalho escolar. Também não é possível referir uma educação de qualidade que não fomento a leitura das crianças e adolescentes. Por fim, entende-se que as tecnologias digitais podem ser grandes aliadas para o fomento da leitura, mas o seu uso requer planejamento e utilização proficiente por parte dos professores.

Palavras-chave: Habitus. Fomento à leitura. Políticas públicas. Educação de qualidade. Tecnologias digitais.

ABSTRACT: Reading can be considered a fundamental element for knowledge construction. Contrary to what common sense claims, reading is not an innate element, but a habit built throughout each subject's life trajectory. Based especially on Pierre Bourdieu's theory of habiti, this text discusses the construction of the reading habit, especially in the context of education, from three aspects: public policies, the issue of quality in education and the role of digital technologies in the proposed question. Methodologically, the analysis is theoretical based on bibliographic research. It appears that school has a fundamental role in promoting the habit of reading. Public policies are vitally important, as they provide fundamental guidelines for school work. It is also not possible to refer to a quality education that does not encourage children and adolescents to read. Finally, it is understood that digital technologies can be great allies for the promotion of reading, but their use requires planning and proficient use by teachers.

Keywords: Habitus. Promotion of reading. Public policies. Quality education. Digital technologies.

Biografia do Autor

Fabiana Kitiane Carneiro, UNIARP

Docente da Educação Básica. Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação Básica da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe – UNIARP.

Tatiani Solanho Canêdo Calisto, UNIARP

Docente da Educação Básica. Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação Básica da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe – UNIARP.

Melissa Banhuk Ribeiro, UNIARP

Docente da Educação Básica. Mestranda no Programa de Pós-Graduação em Educação Básica da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe – UNIARP.

Joel Haroldo Baade, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe

Doutorado (2011 - Conceito CAPES 6) e Mestrado (2007 - Conceito CAPES 6) em Teologia pela Escola Superior de Teologia - Faculdades EST (São Leopoldo/RS). Especialização em Administração Escolar, Supervisão e Orientação pelo Centro Universitário Leonardo da Vinci - UNIASSELVI (2013). Graduação em Teologia pela Escola Superior de Teologia - Faculdades EST (São Leopoldo/RS) (Conceito 5). Graduação em Administração pela Universidade do Contestado (UnC, 2016). A formação inclui temas como Ética, Pesquisa, Metodologia de Pesquisa, História das Religiões, História da Educação, Hermenêutica, Correntes Pedagógicas, Sociologia, Filosofia, Teoria Curricular, Gestão Educacional. Formação e experiência na área de educação a distância (EAD). Desde fevereiro de 2011, professor da UNIARP (Universidade do Alto Vale do Rio do Peixe em Caçador-SC), lecionando diversas disciplinas em nível de graduação e pós-graduação. Líder do Grupo de Pesquisa em Ética, Cidadania e Sustentabilidade (CNPq). Editor-chefe da Revista Visão de Gestão Organizacional. Membro da Associação Brasileira de Editores Científicos (ABEC). Docente e Pesquisador do Programa de Pós-Graduação em Desenvolvimento e Sociedade e do Mestrado Profissional em Educação da UNIARP. Coordenador geral do programa de Educação a Distância do Centro Universitário de Brusque (UNIFEBE). Sua pesquisa, produção técnica e tecnológica estão concentradas na Epistemologia, Interdisciplinaridade e Ética na construção do conhecimento, desde a Educação Básica até a Pós-Graduação.

Referências

ALKMIM, Ivonilde Pereira Mota; BARRETO, Denise Aparecida Brito; DE OLIVEIRA SOARES, Cláudia Vivien Carvalho. Digital technologies and pedagogical practices in the information technology for internet technical course integrated to high school: usages and discourses. Revista Tempos E Espaços Em Educação, v. 11, n. 27, p. 167-186, 2018.

BAADE, Joel Haroldo; DA SILVA, Ezequiel Theodoro. “Professor, não tenho tempo para ler!”–a prática docente diante do hábito de não-leitura. Leitura: Teoria & Prática, v. 34, n. 67, p. 125-136, 2016.

BAADE, Joel Haroldo et al. PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO BRASIL EM TEMPOS DE COVID-19. HOLOS, [S.l.], v. 5, p. 1-16, ago. 2020. ISSN 1807-1600. Disponível em: <https://www2.ifrn.edu.br/ojs/index.php/HOLOS/article/view/10910>. Acesso em: 11 set. 2021. DOI: https://doi.org/10.15628/holos.2020.10910.

BAADE, Joel Haroldo et al. PROFESSORES DA EDUCAÇÃO BÁSICA NO BRASIL EM TEMPOS DE COVID-19. HOLOS, v. 5, p. 1-16, 2020.

BARDIN, Laurence. Análise de conteúdo. São Paulo: Edições 70, 2011,

BASTOS, Maria Clotilde Pires: Metodologia científica. Ed. Educadora: Londrina, 2016.

BERNA, Vilmar. Como fazer Educação ambiental. São Paulo: Paulus, 2001.

CANIVEZ, Patrice, Educar o cidadão? Sorocaba, SP. Ed. Papirus, 1998.

Dados atuais do meio ambiente no Brasi, Disponível em: https://www.google.com/search?q=dados+atuais+do+meio+ambiente+no+Brasil&rlz=1C1PRFI_enBR928BR928&oq=dados+&aqs=chrome.0.69i59j69i57.1946j0j7&sourceid=chrome&ie=UTF-8 Acesso em: 09/03/2021.

DAMIL, Fábio Pontes. A importância da tecnologia na criação de hábitos de leitura. 2018. Tese de Doutorado.

Dicio, dicionário on line, Disponível em: https://www.dicio.com.br/pesquisa.php?q=o+que+%C3%A9+h%C3%A1bito%3F: acesso em 24/04/2021.

DOIDGE, Norman: O cérebro de transforma, como a neurociência pode curar as pessoas, 12ª Ed. Rio de Janeiro, Record, 2019.

FERNANDES, Luciane Alves; GOMES, José Mário Matsumura. Relatórios de pesquisa nas ciências sociais: características e modalidades de investigação. ConTexto, v. 3, n. 4, 2003.

FILGUEIRAS, Juliana Miranda. As avaliações dos livros didáticos na Comissão Nacional do Livro Didático: a conformação dos saberes escolares nos anos de 1940. Revista Brasileira de História da Educação, v. 13, n. 1 [31], p. 159-192, jan./abr. 2013.

FOGAÇA, Jennifer Rocha Vargas. "O que é sustentabilidade?"; Brasil Escola. Disponível em: https://brasilescola.uol.com.br/o-que-e/quimica/o-que-e-sustentabilidade.htm. Acesso em 25 de maio de 2021.

FONTELLES, Mauro José et al. Metodologia da pesquisa científica: diretrizes para a elaboração de um protocolo de pesquisa. Revista paraense de medicina, v. 23, n. 3, p. 1-8, 2009.

GOLEMAN, Daniel. Inteligência Emocional: a teoria revolucionária que redefine o que é ser inteligente, 2ª Ed. Rio de Janeiro, 2012.

HÜBNER, Marcos Leandro Freitas; LUCHESE, Terciane Ângela. Processo histórico da Biblioteca Central da Universidade de Caxias do Sul: a constituição de um espaço para aprender. Pesquisa em educação: olhares históricos e filosóficos, reflexões sobre tecnologias e inclusão, p. 31.

LEFF, Enrique. Sustentabilidade, Racionalidade, Complexidade, poder. Petrópolis: Vozes. 2005.

LEFF, Enrique. Saber ambiental. 4º Ed. São Paulo: Editora Vozes. 1998.

MANES, Facundo: Usar o cérebro: Aprenda a utilizar a máquina mais complexa do universo, 1ª ed., São Paulo, 2015.

MEDEIROS, L. F. R. de, MACEDO, K. B. Catador de Material Reciclável: entre o viver e o sobreviver. Revista Brasileira de Gestão e Desenvolvimento Regional, 2007.

MILANESI, Luis, Usos da cultura: políticas de ação cultural, vol. 16 de Coleção Educação e comunicação Ed. Paz e Terra, São Paulo, 1986.

MILANESI, Luis. O que é biblioteca. Ed. Brasiliense. 5º edição, São Paulo, 2002.

MOREIRA, Márcia Greid Brito et al. A formação de leitores e a perspectiva de políticas públicas para a leitura em Manaus. 2013.

NICOLESCU, Basarab: O manifesto da transdisciplinaridade, São Paulo: TRIOM, 1999.

NOGUEIRA, Cláudio Marques Martins; NOGUEIRA, Maria Alice. A sociologia da Educação de Pierre Bourdieu, 3ª edição, Belo Horizonte, Ed. 2002.

OLIVEIRA, Rômulo José. Da lousa ao pixel: o ensino com as novas tecnologias da informação e da comunicação (NTICs) em escola municipal de Ribeirão Preto. 2017. Tese de Doutorado. Universidade de São Paulo.

Objetivos de desenvolvimento sustentável. Disponível em: https://odsbrasil.gov.br/objetivo/objetivo?n=1 Acesso em: 22 maio 2021.

O que compõe o preço médio do livro no Brasil. Disponível em:https://g1.globo.com/pop-arte/noticia/2020/09/11/brasil-perde-46-milhoes-de-leitores-em-quatro-anos-com-queda-puxada-por-mais-ricos.ghtml Acesso em: 10 mar. 2021.

Pensamento verde, Disponível em: https://www.pensamentoverde.com.br/meio-ambiente/impacto-das-sacolas-plasticas-nomeiambiente/#:~:text=Eles%20s%C3%A3o%20os%20principais%20causadores,prejudicial%20%C3%A0%20vida%20dos%20animais. Acesso em: 09 mar. 2021.

PEREIRA, Adriana Soares (et al): Metodologia da pesquisa científica. 1ª ed., Santa Maria, RS, UFSM, NTE, 2018.

PEREIRA, Fábio de Oliveira. Biblioteca itinerante: quando o cidadão não vai à biblioteca, a biblioteca vai até o cidadão. 2010.

Pesquisa analisa as interações pela internet durante o isolamento social, Disponível em: https://www.ufrgs.br/coronavirus/base/pesquisa-analisa-as-interacoes-pela-internet-durante-o-isolamento-social/ acesso em 01 jun. 2021.

Pesquisa revela aumento da ansiedade entre brasileiros na pandemia, Disponível em: https://agenciabrasil.ebc.com.br/saude/noticia/2020-10/pesquisa-revela-aumento-da-ansiedade-entre-brasileiros-na-pandemia Acesso em: 10 mar. 2021.

PINHO, M. J. ; PASSOS, V. M. A. Complexidade, Ecoformação e Transdiciplinaridade: por uma formação docente sem fronteiras teóricas. Revista Observatório, Palmas, v. 4, n. 2, p. 433-457, abr-jun. 2018

PNLD, 2021, disponível em: https://www.edocente.com.br/blog/pnld/pnld-programa-nacional-do-livro-e-material-didatico/. Acesso em 29 maio 2021.

RIBEIRO, Betina, Como o livro didático ajuda na implementação da BNCC, Disponível em: https://www.somospar.com.br/livro-didatico-ajuda-na-implementacao-bncc/. Acesso em: 14 abr. 2021.

ROESCH, S. M. A. Projetos de estágio e de pesquisa em administração: guia para estágios, trabalhos de conclusão, dissertações e estudo de caso. 2 São Paulo: Atlas, 1999.

RODRIGUES, Alberto Tosi. Sociologia da educação. 6ª ed. Rio de Janeiro: Lamparina, 2007.

RODRIGUES, Auro de Jesus: Metodologia científica. Aracaju, UNIT, 2014.

SANTOS, Milton. O Espaço do Cidadão. 2º editora. São Paulo: Editora Nobel, 1993.

SANTOS, Pedro Antonio dos; KIENEN, Nádia. Metodologia da pesquisa social: da proposição de um problema à redação e apresentação do relatório: Atlas, 2015.

SAVIANI, Dermeval et al. Vicissitudes e perspectivas do direito à educação no Brasil: abordagem histórica e situação atual. Educação & Sociedade, 2013.

SETTON, Maria da Graça Jacintho. A teoria do habitus em Pierre Bourdieu: uma leitura contemporânea. Revista brasileira de Educação, n. 20, p. 60-70, 2002.

SILVA, Olívia Coelho da. Formação do leitor: desafio à prática docente e à avaliação da aprendizagem. 2016.

TIEPPO, Carla. Uma viagem pelo cérebro: a via rápida para entender neurociência. São Paulo, 2019.

VOGEL, Poliana. Autocuidado: Dicas para uma saúde física e mental, 2020 (e-book).

VIEIRA, José Guilherme Silva: Metodologia da Pesquisa científica na prática, Curitiba, Ed. Fael, 2010.

MEC. Parâmetros Curriculares Nacionais. Disponível em: http://portal.mec.gov.br/seb/arquivos/pdf/livro01.pdf. Acesso em: 06 out. 2021.

Downloads

Publicado

2021-12-22

Como Citar

CARNEIRO, F. K. .; CALISTO, T. S. C. .; RIBEIRO, M. B. .; BAADE, J. H. POLÍTICA, QUALIDADE E TECNOLOGIA NO FOMENTO AO HÁBITO DE LEITURA: POLICY, QUALITY AND TECHNOLOGY IN PROMOTING THE READING HABIT. Extensão em Foco (ISSN: 2317-9791), [S. l.], v. 9, n. 2, p. 21-39, 2021. DOI: 10.33362/ext.v9i2.2789. Disponível em: https://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/extensao/article/view/2789. Acesso em: 27 maio. 2022.

Edição

Seção

Artigos