ASSOCIAÇÃO DE FATORES SOCIODEMOGRÁFICOS E QUALIDADE DE VIDA INFLUENCIADA PELA UTILIZAÇÃO DE COSMÉTICOS E SATISFAÇÃO COM APARÊNCIA FÍSICA EM MULHERES

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33362/ries.v9i1.1775

Palavras-chave:

Aparência física. Promoção da Saúde. Qualidade de vida.

Resumo

O objetivo do presente estudo foi associar fatores sociodemográficos à qualidade de vida influenciada pelo uso de cosméticos e satisfação com a aparência física das mulheres. Trata-se de estudo descritivo, transversal, desenvolvido no Município de Maringá-Paraná, de janeiro a março de 2017. O público alvo foi mulheres na faixa etária de 18 a 69 anos, usuárias ou não de produtos cosméticos. A coleta de dados ocorreu em ruas com alto fluxo de pessoas. Os dados de medida de qualidade de vida influenciada pela utilização de cosméticos e aparência física foram obtidos por meio da aplicação do instrumento BeautyQoL a uma amostra de 405 mulheres. O instrumento foi composto por 42 questões avaliando a qualidade de vida e uso de cosméticos em cinco diferentes domínios: vida social, autoconfiança, humor, energia e atratividade. A média do escore geral de qualidade de vida foi 54,10 pontos indicando qualidade de vida mediana. Os maiores escores foram obtidos em relação ao domínio de autoconfiança (66,63 pontos), seguido pelos domínios de atratividade (57,75 pontos) e vida social (52,92 pontos). O domínio relativo à energia foi o que apresentou o menor escore médio (38,51 pontos) seguido pelo domínio do humor (47,87 pontos). Os dados amostrais não apontaram evidências suficientes de que as medianas do escore de qualidade de vida diferem significativamente de acordo com os fatores sociodemográficos considerados. Conclui-se que fatores sociodemográficos não estão associados à qualidade de vida influenciada pela utilização de cosméticos e satisfação com a aparência física em mulheres.

 

Biografia do Autor

Katiane Aparecida Soaigher, Centro Universitário de Maringá (UNICESUMAR)

Graduada em Estética e Cosmética. Mestre em Promoção da Saúde do Centro Universitário de Maringá (Unicesumar)

 

 

Andréa Grano Marques, Centro Universitário de Maringá (UNICESUMAR)

Doutorado em Ciências Aplicadas à Pediatria.

Universidade Federal de São Paulo, UNIFESP, Brasil(2004).

Docente do Programa de Mestrado em Promoção da Saúde do Centro Universitário de Maringá (Unicesumar). Docente dos cursos de graduação em Medicina e Psicologia do Centro Universitário de Maringá. Boslsita produtividade em Pesquisa do Instituto cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICETI).

Miriam Ueda Yamaguchi, Centro Universitário de Maringá (Unicesumar)

 

Farmacêutica, Mestre em Análises Clínicas e Doutor em Ciências Farmacêuticas pela Universidade Estadual de Maringá. Docente do Curso de Medicina do Centro Universitário de Maringá e do Programa de Mestrado em Promoção da Saúde do Centro Universitário de Maringá. Bolsista produtividade em Pesquisa do Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICETI)

Tânia Maria Gomes da Silva, Centro Universitário de Maringá

 

Mestrado (UEM) e Doutorado em História (UFPR). Docente do Programa de Mestrado em Promoção da Saúde do Centro Universitário de Maringá (Unicesumar). Docente dos cursos de graduação em Medicina e Histórai (EaD) do Centro Universitário de Maringá. Bolsista produtividade em pesquisa do Instituto cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICETI).

Marcelo Picinin Bernuci, Centro Universitário de Maringá (Unicesumar)

Mestrado e Doutorado em Ciências - Fisiologia Humana. Pós-Doutorado em Neurociências. Docente do Curso de Medicina do Centro Universitário de Maringá (Unicesumar) e do Programa de Mestrado em Promoção da Saúde do Unicesumar. Bolsita produtividade em Pesquisa do Instituto Cesumar de Ciência, Tecnologia e Inovação (ICETI)

Referências

ALMEIDA, M. A. B. de; GUTIERREZ, G.L.; MARQUES, R. (Orgs). Qualidade de vida: definição, conceitos e interfaces com outras áreas de pesquisa. São Paulo: Escola de Artes, Ciências e Humanidades. Universidade de São Paulo, EACH/USP, 2012. Disponível em: http://each.uspnet.usp.br/edicoes-each/qualidade_vida.pdf. Acesso em: 16 de agosto de 2018.

AVELAR, C.F.P.; VEIGA, R.T. Como entender a vaidade feminina utilizando a autoestima e a personalidade. Revista de Administração de Empresas; 53(4):338-349, 2013. Disponível em: http://www.spell.org.br/documentos/ver/10574/como-entender-a-vaidade-feminina-utilizando-a-autoestima-e-a-personalidade/i/pt-br. Acesso em: 02 de setembro de 2018.

BAUMAN, Z. A arte da vida. Tradução Carlos Alberto Medeiros. Rio de Janeiro: Zahar, 2009. Acesso em 03 de outubro de 2018.

BERESNIAK, A.; YOLAINE, L.; GERALD, G. K; SERGIO, T.; KICHIRO, T.; GÉRARD, D.; GENEVIÉVE, B. Validation of a new international quality-of-live instrument specific to cosmetics and physical appearance: Beautyqol questionnaire. Archives of Dermatology, 148 (11), p.1275-1282, 2012. Disponível em: https://jamanetwork.com/journals/jamadermatology/fullarticle/1392617. doi:10.1001/archdermatol.2012.2696 Acesso em: 10 de dezembro de 2017.

BERESNIAK, A.; AURAY J. P.; DURU, G.; ARACTINGI, S.; KRUEGER, G. G.; TALARICO, S; TSUTANI K; DUPONT, D.; LINARES, Y. de. Quality of life assessment in cosmetics: specificity and interest of the international BeautyQol instrument. Journal Cosmet Dermatol. 2015 Sep;14(3):260-5. doi: 10.1111/jocd.12156. Epub 2015 Jul 2. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/26133392. Acesso em: 03 de março de 2018.

BONATI, L.M.; EPSTEIN, G.K.; STRUGAR, T.L.; Microneedling in all skin types: a review. Journal of drugs in dermatology. 16(4): 308-313, 2017. Disponível em: https://www.researchgate.net/publication/320046559_Microneedling_in_All_Skin_Types_A_Review. Acesso em: 18 de novembro de 2017.

BOSS, P. Family stress. Encyclopedia of quality of life and well-being research. Springer Netherlands. 2014; 12(56): 2202-2208. Disponível em: https://www.amazon.com/Encyclopedia-Quality-Life-Well-Being-Research/dp/9400707525. Acesso em: 14 de outubro de 2018.

BRASIL. MINISTÉRIO DA SAÚDE. Portaria nº 2.446, de 11 de novembro de 2014. Redefine a Política Nacional de Promoção da Saúde. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, 2014. Disponível em: http://bvsms.saude.gov.br/bvs/saudelegis/gm/2014/prt2446_11_11_2014.html. Acesso em: 14 de setembro de 2018.

CHIPI-SHRESTHA, G.K.; HEWAGE, K.; SADIQ, R. ‘Socializing’sustainability: a critical review on current development status of social life cycle impact assessment method. Clean Technologies and Environmental Policy; 17(3): 579-596, 2015. Disponível em: https://www.mendeley.com/papers/socializing-sustainability-critical-review-current-development-status-social-life-cycle-impact-asses-16/DOI:10.1007/s10098-014-0841-5 Acesso em: 02 de Agosto de 2018.

FONTES, O. de A.; BORELLI, F. C.; CASOTTI, L. M. Como ser homem e ser belo? Um estudo exploratório sobre a relação entre masculinidade e o consumo de beleza. REAd. Rev. eletrôn. adm. (Porto Alegre), Porto Alegre, v. 18, n. 2, p. 400-432, Aug. 2012. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-23112012000200005&lng=en&nrm=iso>. Acesso em: 13 de Agosto de 2018.

GILMARTIN, J.; BATH, H.F.; MACLEAN, J.; STANTON, W.; SOLDIN, M. Quality of life among adults following bariatric and body contouring surgery: a systematic review. JBI database of systematic reviews and implementation reports. 14(11):240-270, 2016. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27941519. DOI: 10.11124/JBISRIR-2016-003182 Acesso em: 13 de maio de 2018.

GONZÁLEZ-CHICA, D.A.; ADAMS, R.; DAL GRANDE, E.; AVERY, J.; HAY, P.; STOCKS, N. Lower educational level and unemployment increase the impact of cardiometabolic conditions on the quality of life: results of a population-based study in South Australia. Quality of Life Research. 5(7):1-10, 2017. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28190132. DOI: 10.1007/S11136-017-1503. Acesso em: 03 de abril de 2018.

HONG, E. The Mediating Effect of Humor on the Relationship between Perceived Stress and Depression in College Students. Journal of Korean Academic Society of Nursing Education. 2014; 20(4): 558-568. Disponível em: https://www.koreamed.org/SearchBasic.php?RID=0218JKASNE/2014.20.4.558&DT=1. Acesso em: 17 de julho de 2018.

INSTITUTO BRASILEIRO DE GEOGRAFIA E ESTATÍSTICA. Censo 2010. Disponível em: https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pr/maringa/panorama Acesso em: 30 de julho de 2017.

LOPES, R.; G. da C. Imagem e auto-imagem da homogeneidade da velhice para a heterogeneidade das vivências. Idosos no Brasil: vivências, desafios e expectativas na terceira idade. Anita Liberalesso Neri (Org.). São Paulo: Editora Fundação Perseu Abramo, Edições Sesc, 2007, p.142-152.

MINAYO, M. C. de S.; HARTZ, Z. M.de A.; BUSS, P.M. Qualidade de vida e saúde: um debate necessário. Ciênc.saúde coletiva. V. 5, n. 1. Rio de Janeiro, 2000. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1413-81232000000100002&lng=en&nrm=iso>. doi.org/10.1590/S1413- Acesso em: 22 de novembro de 2017.

NIFFENEGGER, P.B.; WISE, R.N. Female Use of Cosmetics: Is Feminist Orientation Important in the Decision to Purchase? Proceedings of the 1979 . Academy of Marketing Science (AMS) Annual Conference. Springer International Publishing. 2016; 23(5):20-24. Disponível em: https://link.springer.com/chapter/10.1007/978-3-319-16934-7_5. Acesso em: 23 de outubro de 2018.

OH, H.J.; OZKAYA, E.; LAROSE, R. How does online social networking enhance life satisfaction? The relationships among online supportive interaction, affect, perceived social support, sense of community, and life satisfaction. Computers in Human Behavior. 2014; 30(4): 69-78. Disponível em: https://www.semanticscholar.org/paper/How-does-online-social-networking-enhance-life-The-Oh-Ozkaya/b602b282b22da6046b4e0fb05feb1469d4f861ec Acesso em: 14 de setembro de 2018.

OLIVEIRA, A.V.; CARVALHO, P.A.; MELO, S.R.A. Influência da mídia na construção da autoimagem de jovens na sociedade pós-moderna: A busca do corpo perfeito. Revista Científica da FEPI. 9(3): 7-11, 2016. Disponível em: http://www.fepi.br/revista/index.php/revista/article/view/394. Acesso em: 24 de outubro de 2018.

ORTH, U.; ROBINS, R.W. The development of self-esteem. Current Directions in Psychological Science, 2014; 23(5): 381-387. Disponível em: http://journals.sagepub.com/doi/10.1177/0963721414547414 Acesso em: 04 de novembro de 2017.

PEREIRA, J. R. et al. Saúde, envelhecimento e aposentadoria. COSTA, J.L.R., COSTA, A.M.M.R.; FUZARO JUNIOR, G., (Orgs). O que vamos fazer depois do trabalho? Reflexões sobre a preparação para aposentadoria. São Paulo: Cultura Acadêmica, 2016, pp. 45-62. ISBN 978- 85-7983-763-0. Disponível em: https://archive.org/details/9788579837630/page/n5 Doi: 10.7476/9788579837630 Acesso em: 14 de novembro de 2017.

PONTONE, G.; ZOLTAN, M.; KATE, P.; HOWARD, D.W.; SUSAN, S.B. Personality and reported quality of life in Parkinson's disease. International journal of geriatric psychiatry. 2017; 32(3):324-330. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pmc/articles/PMC5333497/ Acesso em: 31 de maio de 2018.

RAMIEN, M.; ONDREJCHAK, S.; GENDRON, R.; HATAMI, G.; MCCUAIG, C.C., POWELL, J., Marcoux, D. Quality of life in pediatric patients before and after cosmetic camouflage of visible skin conditions. Journal of the American Academy of Dermatology. 2014; 71(5): 935-940. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/25218434 Acesso em: 14 de maio de 2018.

RIBEIRO, R. G.; KRUSE, M. H. L. O corpo da mulher em revista: o imperativo da beleza. Texto Contexto Enferm, Florianópolis, 2014 Jan-Mar; 23(1): 101-8. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/tce/v23n1/pt_0104-0707-tce-23-01-00101.pdf Acesso em: 19 de abril de 2018.

ROHDEN, Fabíola. Vida saudável versus vida aprimorada: tecnologias biomédicas, processos de subjetivação e aprimoramento. Horiz. antropol., Porto Alegre, v. 23, n. 47, p. 29-60, Apr. 2017. Disponível em: <http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S0104-71832017000100029&lng=en&nrm=iso>. Doi: 10.1590/s0104-71832017000100002. Acesso em: 26 out. 2018.

SABIK, N.J.I. Social engagement linked to body image and depression among aging women? Journal of Women & Aging. 2016, 5(6):1-12. Disponível em: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/27629232 Acesso em: 19 de abril de 2018

SANTOS, A.M.M.; VIRTUOSO Júnior, J.S. Fatores associados à baixa qualidade de vida em mulheres idosas residentes no município de Jequié–BA. Arquivos de Ciências do Esporte, 2017; 3(1): 21-27. Disponível em: http://seer.uftm.edu.br/revistaeletronica/index.php/aces/article/view/1960/1987 Acesso em: 19 de abril de 2018

SANTOS, C.F. Belleza, delgadez y juventud: la perfección del cuerpo femenino en la publicidad y la corporeidad disruptiva de Dove. Comunicación. 2017; 3(35):13-27. Disponível em: https://revistas.upb.edu.co/index.php/comunicacion/article/view/7096 Acesso em: 19 de abril de 2018

SARTURI, L. Mulheres, empoderamento e autoestima: a influência dos blogs de moda na identidade plus size. Gênero & Direito. V. 7, n. 01. Universidade Federal da Paraíba. 2018. Disponível em: http://periodicos.ufpb.br/ojs2/index.php/ged/index. ISSN 2179-7137. Acesso em: 16 de abril de 2018

SCHLOSSER, A.; CAMARGO, B.V. Representações sociais da beleza física para modelos fotográficos e não modelos. Psico 2015; 46(2):274-282. Disponível em: http://revistaseletronicas.pucrs.br/ojs/index.php/revistapsico/article/view/17725 Acesso em: 16 de abril de 2018

SILVA, N.B.; VIEIRA, L. A mídia como instrumento modelador de corpos: Um estudo sobre gênero, padrões de beleza e hábitos alimentares. Razón y Palabra 2017: 20(3): 665-679. Disponível em: http://www.redalyc.org/articulo.oa?id=199547464041 Acesso em: 16 de abril de 2018

SILVA, W.R.; MARTINS, B.G.; CAMPOS, J. A. D. B. Influência da imagem corporal na qualidade de vida de estudantes de Farmácia-Bioquímica. Revista Brasileira de Qualidade de Vida. 2015; 7(4): 65-69. Disponível em: https://periodicos.utfpr.edu.br/rbqv/article/view/3192 Acesso em: 04 de outubro de 2018

STREHLAU, V. I.; CLARO, D. P.; LABAN NETO, S. A. A vaidade impulsiona o consumo de cosméticos e de procedimentos estéticos cirúrgicos nas mulheres? Uma investigação exploratória. R. Adm. V. 50, n. 1. São Paulo, jan.fev.mar. 2015. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rausp/v50n1/0080-2107-rausp-50-01-0073.pdf. Acesso em: 24 de out. 2018.

WHO - WORLD HEALTH ORGANIZATION. Definition of Health. Preamble to the Constitution of the World Health Organization as adopted by the International Health Conference in 1946 .2013. New York, NY. Disponível em http://www.who.int/governance/eb/who_constitution_en.pdf.

Downloads

Publicado

2020-07-28

Edição

Seção

Estética e Saúde