PERCEPÇÃO DOS EFEITOS DA AURICULOTERAPIA COMO ALTERNATIVA DE TRATAMENTO NA DOR OCUPACIONAL

Autores

Resumo

O objetivo deste estudo foi verificar os efeitos da auriculoterapia (acupuntura auricular) na dor ocupacional em uma instituição de ensino superior do oeste catarinense. A pesquisa foi realizada de forma qualitativa e quantitativa, sendo utilizado o questionário para avaliação da dor e escala visual analógica, aplicados pré e pós-intervenção do tratamento. Após a avaliação inicial foram realizadas quatro sessões de aplicação da técnica de auriculoterapia com cristais radiônicos em pontos específicos no pavilhão auricular, com intervalo de sete dias entre cada sessão. Foi possível verificar no grupo analisado (18 funcionários), da faixa etária entre 18 e 40 anos, de ambos os sexos, os locais mais afetados pela dor ocupacional em relação aos setores de trabalho, sendo que todos apresentaram mais de uma região acometida. As principais regiões acometidas foram membros superiores, regiões cervical, lombar e dorsal. Antes das sessões, os funcionários apresentaram quadro álgico com média de intensidade de dor 6,2 e após a última aplicação referiram intensidade média de dor de 1,3. Considerando os valores referidos ao quadro álgico, foi possível verificar uma diminuição considerável das dores osteomusculares ocupacionais após o tratamento com auriculoterapia. Foi possível concluir que a aplicação de sessões de auriculoterapia causou uma melhora significativa na dor nas disfunções osteomusculares ocupacionais

Biografia do Autor

Mari Aurora Favero Reis, Universidade do Contestado

Doutora em Ensino de Ciências, Professora de Metodologia na Universidade do Contestado, Campus Concórdia, Santa Catarina, Brasil. Professora Pesquisadora no Mestrado Interdisciplinar em Sistemas Produtivos (PPGSP).

Elaine Bizon, Universidade do Contestado

Fisioterapeuta, Universidade do Contestado, Campus Concórdia, Santa Catarina, Brasil.

Denise Aparecida de Almeida Benelli, Universidade do Contestado

Mestre em Ciências da Saúde Humana, Professora do Curso de Fisioterapia da Universidade do Contestado, Campus Concórdia, Santa Catarina, Brasil.

Neide Maria Favretto, Universidade do Contestado

Mestre em Ciências Humanas, Coordenadora do Núcleo de Ensino a Distância, Universidade do Contestado, Campus Concórdia, Santa Catarina, Brasil. 

Patrícia Santos, Universidade do Contestado

Doutora em Farmacologia e Terapêutica, Especialista em Acupuntura, Professora e Coordenadora do Curso de Pós-Graduação em Acupuntura, Instituto Metha Ensino e Pesquisa, Florianópolis, Santa Catarina, Brasil. 

Referências

BREVES, R. Acupuntura Tradicional via Radiônica. 1. ed. São Paulo: Armazém Gráfico, 2007.

BREVES SOBRINHO, R. DE M. A Terapia do Bem Cristais Radiônicos. São Paulo: Holista, 2010.

ESTEVAM, M. Y. Efeito imediato dos cristais radiônicos, cristais regulares e esferas de aço inoxidável na auriculoterapia, em pacientes com dor articular e diminuição da amplitude de movimento (ADM). São Paulo: Escola brasileira de medicina chinesa – ebramec curso de formação em acupuntura, 2016.

FERREIRA, C. B.; ALVES, J. M. Cristais em pontos ashi da lombalgia crônica associados à auriculoterapia. São Paulo: CBF – Centro Científico e Cultural Brasileiro de Fisioterapia CRISTAIS, 2011.

GORI, L.; FIRENZUOLI, F. Ear acupuncture in European traditional medicine. Evidence-based Complementary and Alternative Medicine, v. 4, n. SUPPL. 1, p. 13–16, 2007.

HOU, P.-W. et al. The History, Mechanism, and Clinical Application of Auricular Therapy in Traditional Chinese Medicine. Evidence-Based Complementary and Alternative Medicine, v. 2015, p. 1–13, 2015.

KUREBAYASHI, L. F. S. et al. Applicability of auriculotherapy in reducing stress and as a coping strategy in nursing professionals. Revista Latino-Americana de Enfermagem, v. 20, n. 5, p. 980–987, out. 2012.

MARTINEZ, J. E.; GRASSI, D. C.; MARQUES, L. G. Análise da aplicabilidade de três instrumentos de avaliação de dor em distintas unidades de atendimento: ambulatório, enfermaria e urgência. Revista Brasileira de Reumatologia, v. 51, n. 4, p. 304–308, ago. 2011.

MARTINI, L.; CARDOSO, M.; SANTOS, M. C. DOS. MEDICINA TRADICIONAL CHINESA NO TRATAMENTO DA OBESIDADE. [s.l: s.n.]. Disponível em: <http://siaibib01.univali.br/pdf/laraine martini e maisa cardoso.pdf>. Acesso em: 22 abr. 2021.

MOURA, C. D. C. et al. Acupuntura auricular para dor crônica nas costas em adultos: revisão sistemática e metanálise. Revista da Escola de Enfermagem da USP, v. 53, p. 1–14, 2019.

NOGIER, R.; BOUCINHAS, J. C. Prática Fácil de Auriculoterapia e Aurículomedicina. 4. ed. São Paulo: Editora Ícone, 2012.

RAKOVIĆ, D. On biophysical energy-informational nature of acupuncture system, consciousness and vital energy. Proceedings Speech & Language. Anais...2015

RIO, C. R. DO; JAKABI, C. M. Estudo comparativo entre cristais radiônicos e sementes de mostarda nos quatro níveis de ansiedade através da Auriculoterapia Chinesa. São Paulo: [s.n.].

RODRIGUES, A. Radiestesia Clássica e Cabalística. São Paulo: Fábrica das Letras, 2000.

ZOTELLI, V. L. R.; MEIRELLES, M. P. M. R.; DE SOUSA, M. DA L. R. Uso da acupuntura no manejo da dor em pacientes com alterações na articulação temporomandibular (ATM). Revista de Odontologia da Universidade Cidade de São Paulo, v. 22, n. 2, p. 185, 8 dez. 2017.

Downloads

Publicado

2021-11-19

Edição

Seção

VI Simposio Internacional, Ciência, Saúde e Território