AVALIAÇÃO DE TOXICIDADE, COMPOSIÇÃO QUÍMICA E SENSORIAL DA SARCOCÓRNIA AMBIGUA USO EM POPULAÇÃO HIPERTENSA

Autores

  • Amanda Rosa Coelho
  • Andressa Ansiliero Universidade Federal de Santa Catarina
  • Talize Foppa

Resumo

A Sarcocornia ambigua é uma halófita (tolerante ao sal) que cresce em áreas com elevadas concentrações salinas, capaz de absorver os nutrientes e minerais do ambiente em que vive. Devido à sua riqueza de compostos bioativos, torna-se uma alternativa promissora na manutenção da pressão arterial, através da substituição do sal nos alimentos. Sendo assim, o presente trabalho teve como objetivo avaliar a toxicidade in vitro da Sarcocornia ambígua, avaliar a influência da temperatura de cozimento dos alimentos na quantificação dos compostos químicos: fenóis, ácido ascórbico, betacaroteno e minerais e analisar sensorialmente, em população de hipertensos e a sua aceitação como substituinte do sal de cozinha em um produto alimentício. Diante disso, não foram encontrados sinais tóxicos da planta e não houve diferenças significativas entre os tratamentos, portanto, não havendo perda da qualidade nutricional do sal verde após o preparo de produtos alimentícios. Além disso, foi possível determinar altos níveis de fenóis, ácido ascórbico e minerais, com predomínio de potássio, sódio, magnésio e cálcio. No que se refere à análise sensorial, o produto alimentício temperado com o sal verde teve aceitação significativa. Sendo assim, a Sarcocornia ambigua demonstrou-se como uma fonte vegetal de elevada qualidade nutricional, agradável ao paladar e uma alternativa benéfica como coadjuvante no tratamento da hipertensão arterial.

Referências

ABREU, L. F.; FARIA, J. D. A. Influência da temperatura e do ácido ascórbico sobre a estabilidade físico-química e atividade enzimática da água de coco (Cocos nucifera L.) acondicionada assepticamente. Food Science and Technology, v. 27, n. 2, p. 226-232, 2007.

AGAWU, E. T. Comparison between Salicornia and Sarcocornia ecotypes to optimize yield for vegetable production applying highly saline irrigation. Dissertação (Mestrado), Ben Gurion University of the Negev, 2012.

ALVES, E. M. V. Efeito da redução do teor de sódio sobre as propriedades físico-químicas, microbiológicas e sensoriais de cream cheese probiótico. Dissertação (Mestrado), Universidade Estadual de Campinas, 2014.

BERTIN, R. L. et al. Prospecção para exploração da erva de sal (Sarcocornia ambigua-Amaranthaceae): análise histológica, caracterização química, valor nutricional e potencial antioxidante. Tese (Doutorado), Universidade Federal de Santa Catarina, 2014.

BERTIN, R. L. et al. Mineral composition and bioaccessibility in Sarcocornia ambigua using ICP-MS. Journal of Food Composition and Analysis, v. 47, p. 45-51, 2016.

BEZERRA, M. N. Aceitação do sal de ervas em dieta hipossódica. Monografia (Graduação), Universidade de Brasília, 2009.

BRASIL. Sociedade Brasileira de Cardiologia. VI Diretrizes brasileiras de hipertensão. Arq Bras Cardiol, v. 107, p. 1-83, 2016.

BRASIL. Farmacopéia Brasileira. 5ª ed. Brasília: Agência Nacional de Vigilância Sanitária, 2010.

CASTRO, D. S. et al. Effect of temperature on the physicochemical composition and bioactive compounds of taro flour obtained in a spouted bed. Brazilian Journal of Food Technology, v. 20, 2017.

DE OLIVEIRA, C. J.; MOREIRA, T. M. M. Caracterização do tratamento não-farmacológico de idosos portadores de hipertensão arterial. Northeast Network Nursing Journal, v. 11, n. 1, 2016.

DOS SANTOS, B. A. et al. Salt reduction in dry fermented sausages: effects on biochemical, chemical, physical and sensory properties. Tese (Doutorado), Universidade Estadual de Campinas, 2015.

DUTCOSKY, S. D. Análise sensorial de alimentos. 4. ed. Curitiba: Champagnat, 2013.

GARGOURI, M. et al. Cytoprotective and antioxidant effects of the edible halophyte Sarcocornia perennis L. (swampfire) against lead-induced toxicity in renal cells. Ecotoxicology and environmental safety, v. 95, p. 44-51, 2013.

GASTALDON, L. T. et al. Análise sensorial de empadas integrais em crianças na fase escolar. Aliment Nutr, v. 18, n. 3, p. 303-307, 2007.

GIROTTO, E. et al. Adesão ao tratamento farmacológico e não farmacológico e fatores associados na atenção primária da hipertensão arterial. Ciênc Saúde Coletiva, v. 18, n. 6, p. 1763-72, 2013.

GUNNING, D. Cultivating Salicornia europaea (Marsh Samphire). Daithi O’Murchu Marine Research Station & University College Cork, Dublin, p. 1-50, 2016.

IVANOVA, A. et al. Antioxidant properties of Smilax excelsa. Rivista Italiana delle Sostanze Grasse, v. 83, n. 3, p. 124-128, 2006.

IZEPPI, E. M. Efeitos da densidade de plantio na sobrevivência, desenvolvimento e produção de biomassa da halófita Sarcocornia ambigua (MICHX.) Alonso & Crespo. Dissertação (Mestrado), Universidade Federal do Rio Grande, 2011.

JULIÃO, M. R. A. Avaliação do potencial da Salicornia ramosissima para saladas frescas ou em pó (sal verde). Tese (Doutorado), Universidade do Algarve, 2013.

KARADENIZ, F. et al. Effect of Salicornia herbacea on osteoblastogenesis and adipogenesis in vitro. Marine drugs, v. 12, n. 10, p. 5132-5147, 2014.

KIM, S.; KIM, S.; LEE, H. Effect of insoluble dietary fiber extracted from Salicornia herbacea L. on large intestinal function in rats. Korean Journal of Food Science and Technology, v. 46, n. 5, p. 648-654, 2014.

KIM, M. J.; JUN, H. Y.; KIM, J. H. Anti-obesity effect of Korean Hamcho (Salicornia herbacea L.) powder on high-fat diet-induced obese rats. Journal of Nutrition and Health, v. 48, n. 2, p. 123-132, 2015.

KRUGER, R. A. Análise da toxicidade e da genotoxicidade de agrotóxicos utilizados na agricultura utilizando bioensaios com Allium cepa. Univ. Feevale, v. 58, 2009.

LEE, H. Acute oral toxicity of Salicornia herbacea L. extract in mice. Biomedical Science Letters, v. 22, n. 2, p. 46-52, 2016.

MANOUSAKI, E.; KALOGERAKIS, N. Halophytes present new opportunities in phytoremediation of heavy metals and saline soils. Industrial & Engineering Chemistry Research, v. 50, n. 2, p. 656-660, 2010.

MENDES, G. S.; MORAES, C. F.; GOMES, L. Prevalência de hipertensão arterial sistêmica em idosos no Brasil entre 2006 e 2010. Revista Brasileira de Medicina de Família e Comunidade, v. 32, n. 9, p. 273-278, 2014.

PANTH, N. et al. Protective effect of Salicornia europaea extracts on high salt intake-induced vascular dysfunction and hypertension. International Journal of Molecular Sciences, 17(7), 2016.

PATEL, S. Salicornia: evaluating the halophytic extremophile as a food and a pharmaceutical candidate. 3 Biotech, v. 6, n. 1, p. 1-10, 2016.

PEREIRA, R. M. et al. Estudos iniciais sobre o cultivo da halófita Sarcocornia perennis em Santa Catarina. Monografia (Graduação), Universidade Federal de Santa Catarina, 2012.

PINHEIRO, I. C. Produção da halófita Sarcocornia ambigua e Litopenaeus vannamei em sistema de aquaponia com bioflocos. Tese (Doutorado), Universidade Federal de Santa Catarina, 2015.

PINHEIRO, I. et al. Production of the halophyte Sarcocornia ambigua and pacific white shrimp in an aquaponic system with biofloc technology. Ecological Engineering, v. 100,p. 261-267, 2017.

RIQUELME, J. et al. Nutritional and functional characterization of wild and cultivated Sarcocornia neei grown in Chile. Ciencia e Investigación Agraria, v. 43, n. 2, p. 283-293, 2016.

ROCHA, M. S. et al. Caracterização físico-química e atividade antioxidante (in vitro) de frutos do cerrado Piauiense. Rev. Bras. Frutic, v. 35, n. 4, p. 933-941, 2013.

RODRIGUES, F. S. M. et al. Benefício da utilização do novo alimento funcional salgante sem sódio sobre os níveis de pressão arterial em animais hipertensos. Revista de Pesquisa e Inovação Farmacêutica, v.5, n. 1, 2015.

SCHVEITZER, B.; SUZUKI, A. Métodos de análise foliar utilizados no Laboratório de Ensaio Químico da Epagri/EECd. Doc. n. 242, ISSN 0100-8986, 2013.

SILVA, F. M. et al. Práticas de vida de portadores de hipertensão arterial. Rev. enferm. UERJ, v. 21, n. 1, p. 54-59, 2013.

SILVA, A. C. B. et al. Qualidade nutricional e físico-química em cenoura (Daucus carota l.) in natura e minimamente processada. DEMETRA: Alimentação, Nutrição & Saúde, v. 11, n. 2, p. 355-367, 2016.

SILVESTRE, F. K.; DOS SANTOS, E. F.; NOVELLO, D. Kibes com teor reduzido de cloreto de sódio: caracterização físico-química e sensorial entre hipertensos. Multitemas, v. 21, n. 49, 2016.

TOMAZONI, T.; SIVIERO, J. Consumo de potássio de idosos hipertensos participantes do Programa Hiperdia do município de Caxias do Sul, RS. Rev Bras Hipertens, v. 16, n. 4, p. 246-250, 2009.

VENTURA, Y.; SAGI, M. Halophyte crop cultivation: the case for Salicornia and Sarcocornia. Environmental and Experimental Botany, v. 92, p. 144-153, 2013.

Downloads

Publicado

2021-11-19

Edição

Seção

VI Simposio Internacional, Ciência, Saúde e Território