A IMPORTÂNCIA DA APLICABILIDADE DE OFICINAS DE EDUCAÇÃO NUTRICIONAL NO ENSINO FUNDAMENTAL, EM COLÉGIO DA REDE PARTICULAR NA CIDADE DE CAÇADOR/SC

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33362/ext.v12i00.3427

Palavras-chave:

Nutrição. Escolares. Obesidade

Resumo

Com a indústria em grande crescimento na oferta de produtos cada vez mais fáceis de prepará-los, tem-se um aumento significativo de público, principalmente as crianças que se evolvem nas cores, personagens e até mesmo formatos. Nesse contexto, identifica-se que são facilmente induzidos ao consumo apenas pelo marketing e tampouco pelo que de fato o produto tem a oferecer, assim torna-os ingênuos/leigos do que realmente está por trás dos alimentos. Nesta pesquisa, objetiva-se levar o conhecimento alimentar e nutricional em forma de oficinas para os escolares do ensino fundamental de um colégio particular, assim inserindo na grade curricular do ano letivo, onde terão acesso as diversas informações a respeito. Trata-se de um estudo transversal que tem como público 50 escolares do segundo ao quinto ano do ensino fundamental, que responderam a um questionário presencialmente e de forma lúdica, sobre o conhecimento dos alimentos e o comportamento alimentar de cada participante da pesquisa. Assim como os pais e/ou responsáveis legais, que também responderam a um questionário onde manifestaram o interesse na inserção das oficinas. Com o estudo e posterior implantação, espera-se a adoção de hábitos e escolhas mais saudáveis pelos escolares em questão, bem como a regularização das oficinas propostas. Assim, conclui-se a necessidade de levar aos menores a importância de seguir hábitos assertivos quanto a alimentação, sendo conduzidos por profissionais aptos e que, aos poucos correlacionam os perigos por trás de uma escolha errônea, bem como enfatizando as patologias evolvidas acerca de quadros de desnutrição e obesidade.

Biografia do Autor

Bruna Carvalho da Silva, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe

Graduada em Nutrição. Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP)

Talitta Padilha Machado, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe

Mestre em Biociências e Saúde. Universidade do Oeste de Santa Catarina. Docente do Departamento de Fisioterapia da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe. 

Ana Claudia Lunelli Moro, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe

Mestre em Desenvolvimento e Sociedade, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP)

Debora Fernandes Pinheiro, Universidade Federal do Paraná

Doutoranda em Engenharia de Alimentos, Universidade Federal do Paraná. Docente do Departamento de Nutrição, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe. 

Referências

ABESO, Associação Brasileira para o Estudo da Obesidade e Síndrome Metabólica. Obesidade infantil: as razões por trás do aumento de peso entre as crianças brasileiras. Ministério da Saúde, 2022. Disponível em: https://abeso.org.br/obesidade-infantil-as-razoes-por-tras-do-aumento-de-peso-entre-as-criancas-brasileiras/. Acesso em: 02 abr. 2023.

ASBRAN - Associação Brasileira de Nutrição. Guia da OMS recomenda redução no açúcar. Ministério da Saúde, 2015. Disponível em: https://www.asbran.org.br/noticias/guia-da-oms-recomenda-reducao-no-acucar#:~:text=A%20Organiza%C3%A7%C3%A3o%20Mundial%20de%20Sa%C3%BAde,de%2050%20gramas%20por%20dia. Acesso em: 10 nov. 2023.

ASBRAN - Associação Brasileira de Nutrição. Guia para uma alimentação saudável em tempos de COVID-19. Ministério da Saúde, 2020. Disponível em: https://www.asbran.org.br/noticias/asbran-lanca-guia-para-orientar-populacao-sobre-alimentacao-em-tempos-de-covid-19. Acesso em: 09 nov. 2023.

CASTELLANI, Luan Villela et al. Os problemas da introdução precoce de alimentos industrializados na primeira infância. 2022. Trabalho de Conclusão de Curso - Faculdade Una Pouso Alegre (MG) - Curso de Nutrição. Disponível em: chrome-extension://efaidnbmnnnibpcajpcglclefindmkaj/https://repositorio.animaeducacao.com.br/bitstream/ANIMA/30901/1/OS%20PROBLEMAS%20DA%20INTROCAO%20PRECOCE%20DE%20ALIMENTOS%20INDUSTRIALIZADOS%20NA%20PRIMEIRA%20INF%c3%82NCIA.pdf. Acesso em: 18 jun. 2023.

COSTA, Ketleen Thayane da et al. A influência da publicidade de alimentos infantis nos hábitos alimentares: uma revisão sistemática, RASBRAN – Revista da Associação Brasileira de Nutrição, São Paulo, 2021.

CRUZ, Gabriel Grilo da et al. Obesidade infantil e a influência dos fatores alimentares e sociodemográficos na infância: uma revisão bibliográfica. RSM – Revista Saúde Multidisciplinar, Mineiros/GO, v. 2, 6ª ed., p. 01-07, 2019.

DANTAS, Rafaela Ramos; SILVA, Giselia Alves Pontes da. O papel do ambiente obesogênico e dos estilos de vida parentais no comportamento alimentar infantil. Rev. Paul. Pediatr, Sociedade de Pediatria de São Paulo, v. 37, n. 3, p. 363-371, 2019.

ENANI, Estudo Nacional de Alimentação e Nutrição Infantil. Estado Nutricional Antropométrico da Criança e da Mãe: Prevalência de indicadores antropométrico de crianças brasileiras menores de 5 anos de idade e suas mães biológicas. 2019. Rio de Janeiro, RJ: Universidade Federal do Rio de Janeiro - UFRJ. Disponível em: https://enani.nutricao.ufrj.br/index.php/relatorios/. Acesso em: 14 nov. 2023.

FIGUEIREDO, Ana Virgínia de Almeida; RECINE, Elisabetta. The regulation of ultra-processed food products: the challenge of ruling the market. Cadernos de Saúde Pública, Brasília/DF, v. 37, n. 1, p.1-13, 2021.

GIL, Antônio Carlos. Como elaborar projetos de pesquisa. 4ª ed., São Paulo: Atlas, 2022.

Guia Alimentar para a População Brasileira. Brasília — DF, p. 156, 2ª ed., 1ª reimpressão. Ministério da Saúde - Secretaria de Atenção à Saúde Departamento de Atenção Básica. Disponível em: https://www.gov.br/saude/pt-br/assuntos/saude-brasil/publicacoes-para-promocao-a-saude/guia_alimentar_populacao_brasileira_2ed.pdf/view. Acesso em: 09 nov. 2023.

HENRIQUES, Patrícia et al. Ambiente alimentar do entorno de escolas públicas e privadas: oportunidade ou desafio para alimentação saudável? Ciência & Saúde Coletiva, Niterói, v. 26, n. 8, p. 1-12, 2021.

HULVEN, Stine M et al. Milk and Dairy Product Consumption and Inflammatory Biomarkers: An Updated Systematic Review of Randomized Clinical Trials. American Society for Nutrition, Advances in Nutrition, v. 10, n. 2, p. 239-250, 2019.

NEVES, Júlia Schmitt et al. Consumo de frutas de crianças durante o distanciamento social na pandemia do COVID-19. Disciplinarum Scientia, Santa Maria, v. 22, n. 1, p. 101-109, 2021.

QORBANI, Mostafa et al. Association of dietary behaviors, biochemical, and lifestyle factors with metabolic phenotypes of obesity in children and adolescents. Diabetol Metabolic Syndrome, Alborz/Karaj, vol.12, n. 108, p.1-21, 2020.

RAMOS, Bruna Caroline Vieira et al. Educação alimentar e nutricional com professores de uma escola privada da zona sul de São Paulo. Revista Saúde, Sta. Maria, v. 45, n. 2, p. 1-12, 2019.

RAMOS, Valéria Pereira; MENESES, Caroline Olimpio Romeiro de. Efeitos do consumo excessivo de açúcar sobre o desempenho cognitivo: uma revisão de literatura. Brazilian Journal of Health Review, Curitiba, v. 4, n. 6, p. 24931-24951, 2021.

REIS, Monalisa da Silva et al. Indicadores de saúde em escolares: uma análise do estado nutricional e aptidão física relacionada à saúde. Revista Saúde, Sta. Maria, v. 44, n. 1, p.1-6, 2018.

ROCHA, Aline dos Santos; FACINA, Vanessa Barbosa. Professores da rede municipal de ensino e o conhecimento sobre o papel da escola na formação dos hábitos alimentares dos escolares. Ciência & Educação, Bauru/SP, v. 23, n. 3, p. 691-706, 2017.

SANCHES, Watalane Santos; GREGGIO, Samuel. Educação Alimentar e Nutricional (EAN) nas escolas: relevância e limitações. Revista Científica Multidisciplinar Núcleo do Conhecimento, PUC - RS, v. 02, 9ª ed., p. 140-149, 2022.

VALE, Lucimar Ramos do. Elaboração de um guia pedagógico para o ensino de nutrição no ensino fundamental. 2017. Dissertação apresentada ao Programa de Mestrado Profissional em Ensino em Ciências da Saúde e do Meio Ambiente - MECSMA do UniFOA como parte dos requisitos para a obtenção do título de Mestre. Volta Redonda, RJ, 2017. Disponível em: https://sites.unifoa.edu.br/portal_ensino/mestrado/mecsma/arquivos/2017/lucimar-ramos.pdf. Acesso em: 25 maio 2023.

ZHANG, Xingxiaetal et al. Milkconsumptionandmultiplehealthoutcomes: umbrellareviewofsystematicreviewsandmeta-analysesinhumans. Nutrition & metabolism, Londres, v. 18, n. 7, p. 1-18, 2021.

Downloads

Publicado

2024-03-15

Como Citar

CARVALHO DA SILVA, B.; PADILHA MACHADO, T.; LUNELLI MORO, A. C.; FERNANDES PINHEIRO, D. A IMPORTÂNCIA DA APLICABILIDADE DE OFICINAS DE EDUCAÇÃO NUTRICIONAL NO ENSINO FUNDAMENTAL, EM COLÉGIO DA REDE PARTICULAR NA CIDADE DE CAÇADOR/SC. Extensão em Foco (ISSN: 2317-9791), [S. l.], v. 12, n. 00, p. 22–36, 2024. DOI: 10.33362/ext.v12i00.3427. Disponível em: https://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/extensao/article/view/3427. Acesso em: 24 abr. 2024.