CLIMA ORGANIZACIONAL: UMA PESQUISA NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE NA CIDADE DE BRAGANÇA

ORGANIZATIONAL CLIMATE: A SURVEY OF BASIC HEALTH UNITS IN THE CITY OF BRAGANÇA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33362/visao.v13i1.3358

Palavras-chave:

Gestão da saúde, Clima organizacional, Gestão de pessoas, Comportamento organizacional

Resumo

O objetivo deste estudo é analisar o clima organizacional em Unidades Básicas de Saúde (UBS) na cidade de Bragança, no estado do Pará, Brasil. Para tanto, foi feita uma pesquisa, exploratória e descritiva, com 113 respondentes em cinco UBSs do município. Foram analisados 41 indicadores de clima organizacional distribuídos em nove dimensões: Apoio Logístico, Colaboração, Participação, Comunicação, Equidade, Satisfação no Trabalho, Valorização do Servidor, Compensação e Imagem Organizacional. Os dados foram tratados quantitativamente na forma de distribuição de frequências, cálculo de porcentagens, análise de correlações de Pearson e coeficiente alpha de Cronbach.  Os resultados evidenciaram bom clima organizacional, tendo as dimensões Imagem das Organizações, Colaboração e Apoio Logístico como aspectos que mais contribuem para melhorar o clima organizacional, e a Compensação, expressa na forma de salários e benefícios, a que menos contribui. Nesse sentido, sugerem-se   ações de monitoramento para manter a avaliação positiva do clima organizacional e aprimorar formas de remuneração e benefícios.

Palavras-Chave: Gestão da saúde. Clima organizacional. Gestão de pessoas. Comportamento organizacional.

 

Abstract: The aim of this study was to analyze the organizational climate in Basic Health Units (BHUs) in the city of Bragança, in the Pará state, Brazil. To this end, an exploratory and descriptive survey was carried out with 113 respondents at five UBSs in the municipality. A total of 41 organizational climate indicators were analyzed, divided into nine dimensions: Logistical Support, Collaboration, Participation, Communication, Equity, Job Satisfaction, Employee Appreciation, Compensation and Organizational Image. The data was treated quantitatively in the form of frequency distribution, calculation of percentages, Pearson's correlation analysis and Cronbach's alpha coefficient.  The results showed a good organizational climate, with the dimensions of Organizational Image, Collaboration and Logistical Support being the aspects that contribute most to improving the organizational climate, and Compensation, expressed in the form of salaries and benefits, contributing the least. In this sense, monitoring actions are suggested to maintain the positive assessment of the organizational climate and improve forms of remuneration and benefits.

Keywords: Health management. Organizational climate. People Management. Organizacional behavior.

Biografia do Autor

Natali, Universidade Federal do Pará

Administradora pela Universidade Federal do Pará, tem ex´periência em finanças e estudos organizacionais 

Gabriela, Universidade Federal do Pará

Pedagoga e administradora pela Universidade Federal do Pará tem experiência em treinamento e desenvolvimento organizacional.

Carlos André Corrêa de Mattos, Universidade Federal do Pará

Doutor em Ciências Agrárias (2012) pela Universidade Federal Rural da Amazônia (UFRA) e Mestre em Gestão e Desenvolvimento Regional (2008) pela Universidade de Taubaté (Unitau). Cursou MBA em Gestão Empresarial (2004) e Gerenciamento de Projetos (2005) pela Fundação Getúlio Vargas (FGV). Bacharel em Administração (2002) pela Universidade da Amazônia (Unama), na trajetória profissional atuou em organizações públicas e privadas. Dentre as áreas de concentração, destacam-se: Gestão de Organizações Públicas, Estudos Organizacionais, Competitividade, Agronegócio e Organização Agroindustrial. Atualmente é professor da Faculdade de Administração (FAAD) e do Mestrado em Administração (PPGAD) da Universidade Federal do Pará (UFPa).

Referências

AMIRI, F.; BAGHBANI, M.; HANNANI, S.; AZADI, N.A. Impact of organizational climate on the self-efficacy of operating room personnel. Annals of Medicine & Surgery, v. 85, p. 2414-2419, apr. 2023.

ARMENTEROS, A.L.I.; ESPERÓN, J.M.T.J.; PÉREZ, Y.M.; RODRÍGUEZ, J.R.S. Leadership, and organizational climate of a Cuban pediatric hospital. Revista de Enfermagem da UFSM, v. 10, n.e79, p. 1-21, jun. 2020.

BANWO, A.O.; ONOKALA, U.; MOMOH, B. Organizational climate - institutional environment nexus: why context matter. Journal of Global Entrepreneurship Research, v. 12, p. 357-369, oct. 2022.

CHIAVONE, F. B. T.; RODRIGUES, C. C. F. M.; FERREIRA, L. L.; SALVADOR, P. T. C. O.; BEZERRIL, M. S.; SANTOS, V. E. P.. The organizational climate of an intensive care unit: perceptions from the nursing team. Enfermaria Global, v. 20, n. 62, p. 402-413, apr. 2021.

CHOURASIA, A.; BAHUGUNA, P. C. Relational climate and organizational performance - an empirical investigation in oil and gas public sector in India. International Journal of Professional Business Review, v. 8, n. 6, art. e02576, jun. 2023.

COHEN, J. Statistical power analysis for the behavioral sciences. New York: Taylor & Francis, 1988.

CORRAR, L. J.; PAULO, E.; DIAS FILHO, J. M. Alpha de Cronbach. In: CORRAR, L. J.; PAULO, E.; DIAS FILHO, J. M. Análise multivariada. São Paulo: Atlas, 2009.

COSTA, F. J. Mensuração e desenvolvimento de escalas. Rio de Janeiro: Ciência Moderna, 2011.

FRANÇA, J. C. A.; MATTOS, C. A. C. Clima organizacional e administração pública municipal: uma investigação na cidade de Belém do Pará, Brasil. Revista Gestão e Análise, v. 6, n. 1, p. 1/2, p. 114-130, jan. / dez. 2017.

HAIR JUNIOR, J. F.; BLACK, W. C.; BABIN, J.; ANDRESON, R. E.; TATHAM, R. L. Análise multivariada de dados. São Paulo: Bookman, 2009.

HUSSAINY, S. S. Organizational climate: From literature review to agenda ahead. International Journal of Engineering Technologies and Management Research, v. 9, n. 1, p. 3-12, jan. 2022.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Bragança História e Fotos. Disponível em: <https://cidades.ibge.gov.br/brasil/pa/braganca/historico>. Acesso em: 12 nov. 2023b.

IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Cidades e Estados. Disponível em: <https://www.ibge.gov.br/cidades-e-estados/pa/braganca.html>. Acesso em: 12 nov. 2023a.

JOHNY, P.R.; PRADEEP, V.S. A study on organizational climate and job satisfaction: a critical analysis on personnel in catholic hospitals in Kerala. Pearl, n. 6, n. 1, p. 19-28, feb. 2020.

JUFRIZEN, J.; PRATIWI, S. The effect of organizational climate on employee job satisfaction with work ethics as a moderating variable. Annals Journal of International Conference Proceedings, v. 4, n. 2, p. 2-6, nov. 2021.

KASSEM, M. H.; WAHBA, M. H.; KHOURSHED, N. F. The Effect of Organizational Climate on Employee Performance Mediating by Intrapreneurial Behaviors: Case Study. In: 4th International Conference on Applied Research in Management, Business & Economics, 2021, Nice. Anais [...] France: Nice, 2021.

MAROCO, J.; GARCIA-MARQUES, T. Qual a fiabilidade do alpha de Cronbach? Questões antigas e soluções modernas? Laboratórios de Psicologia, n. 4, v, 1, p. 65-90, nov. 2006.

MATTOS, C.A.C. Clima organizacional sob a perspectiva dos gestores de instituições federais de ensino: uma investigação multivariada em Belém, Pará, Brasil. Organizações em Contexto, v. 15, n. 30, p. 53-81, jul. / set., 2019.

MYNT, N. N. S.; KUNAVIKTKUL, W.; STARK, A. A contemporary understanding of organizational climate in healthcare setting: a concept analysis. Nurse Forum, v. 56, n. 1, p. 172-180, jan. / mar. 2021.

OSMANI, F.; SEJDIU, S.; JUSUFI, G. Organizational climate, and job satisfaction: empirical insights from Kosovo manufacturing and service sector organizations. Management Journal of Contemporary Management, v. 27, n. 1, p. 1-17, 2022.

ROZMAN, M.; STRUKELJ, T. Organizational climate components and their impact on work engagement of employees in medium-sized organisations. Economic Research-Ekonomska Istraživanja, v. 34, n. 1, p. 3-18, 2021.

SAMPIERI, R. H.; COLLADO, C. F.; LUCIO, M. P. Metodologia de Pesquisa. Porto Alegre: Penso: 2013.

SILVA, L. I.; FERREIRA, D. D. M. Clima organizacional e satisfação no trabalho: uma revisão integrativa da literatura. Revista FSA, v. 20, n. 1, p. 131-132, jan. 2023.

SIREGAR, T.; MURTANO; NURYATNO, M. The impact of organizational climate, knowledge management, ethical leadership and quality of Mais on firm performance. Influence: International Journal of Science Review, v. 5, n. 1, p. 122-135, feb. 2023.

SRIRAHAYU, D. Organizational climate in the Indonesian public library. JLIS.it, v. 14, n. 2, p. 64-74, may 2023.

TEETZEN F.; KLUG, K.; STEINMETZ, H.; GREGERSEN, S. Organizational health climate as a precondition for health-oriented leadership: expanding the link between leadership and employee well-being. Front. Psychol, v.14, art 1181599, jun. 2023.

VIGNERON, D.M S.; GOMES, D.R.; CASTRO, L.N.P. O.; REIS T. B. Um estudo sobre clima organizacional no ambiente hospitalar. Perspectiva on-line: biologia & saúde, v. 18, n. 5, p. 112-13, nov. 2015.

WANG, Y.; DAPAT, R.O. School principals´ leadership styles and organizational climate toward innovative leadership program. Journal of Education and Educational Research, v. 2, n. 1, p.39-41, fev. 2023.

Downloads

Publicado

2024-04-26

Como Citar

FARIAS DA COSTA, N. R.; OLIVEIRA GONÇALVES, G.; CORRÊA DE MATTOS, C. A. CLIMA ORGANIZACIONAL: UMA PESQUISA NAS UNIDADES BÁSICAS DE SAÚDE NA CIDADE DE BRAGANÇA: ORGANIZATIONAL CLIMATE: A SURVEY OF BASIC HEALTH UNITS IN THE CITY OF BRAGANÇA. Revista Visão: Gestão Organizacional, Caçador (SC), Brasil, v. 13, n. 1, p. e3358-e3358, 2024. DOI: 10.33362/visao.v13i1.3358. Disponível em: https://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/visao/article/view/3358. Acesso em: 20 jul. 2024.

Edição

Seção

Artigos