EDUCAÇÃO EM/PARA DIREITOS HUMANOS COM A METODOLOGIA DA APRENDIZAGEM BASEADA EM PROBLEMAS

EDUCATION IN/FOR HUMAN RIGHTS WITH THE PROBLEM-BASED LEARNING METHODOLOGY

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33362/juridico.v13i1.3235

Resumo

O objetivo geral da pesquisa foi analisar como a metodologia ativa da Aprendizagem Baseada em Problemas (PBL) pode auxiliar na construção do pensamento crítico reflexivo no que se refere aos Direitos Humanos. A metodologia utilizada foi a pesquisa qualitativa do tipo intervenção. Foram participantes 05 alunos do ensino médio de uma rede pública estadual e a professora que também atuou como pesquisadora. Para a aplicação da metodologia PBL, foi elaborado um problema com a temática injustiça/desigualdade social.  Foram usados para a coleta de dados, a observação dos sete passos do PBL feitos no grupo durante a discussão do problema, os documentos de registro de todos os passos do PBL elaborados pelo relator dos grupos, e um documento de resolução do problema em formato de redação, que foi elaborado de forma colaborativa. A análise dos dados permitiu verificar que o PBL foi avaliado positivamente pelo grupo em função da sua estrutura e didática, de forma que, além de construírem conceitos sobre Direitos Humanos, possibilitou a aprendizagem mais ativa e colaborativa.

PALAVRAS CHAVE: Educação; Direitos Humanos; metodologia ativa; aprendizagem baseada em problema.

ABSTRACT

The general objective of the research was to analyze how the active methodology of Problem-Based Learning (PBL) can help in the construction of reflective critical thinking with regard to Human Rights. The methodology used was qualitative research of the intervention type. Participants were 05 high school students from a public state network and the teacher who also acted as a researcher. For the application of the PBL methodology, a problem with the theme of social injustice/inequality was elaborated. For data collection, the observation of the seven steps of the PBL performed in the group during the discussion of the problem, the documents recording all the steps of the PBL prepared by the rapporteur of the groups, and a document of resolution of the problem in format of essay, which was prepared collaboratively. Data analysis allowed us to verify that the PBL was positively evaluated by the group due to its structure and didactics, so that, in addition to building concepts about Human Rights, it enabled more active and collaborative learning.

Keywords: Education; Human rights; active methodology; problem-based learning.

ABSTRACT

The general objective of the research was to analyze how the active methodology of Problem-Based Learning (PBL) can help in the construction of reflective critical thinking with regard to Human Rights. The methodology used was qualitative research of the intervention type. Participants were 05 high school students from a public state network and the teacher who also acted as a researcher. For the application of the PBL methodology, a problem with the theme of social injustice/inequality was elaborated. For data collection, the observation of the seven steps of the PBL performed in the group during the discussion of the problem, the documents recording all the steps of the PBL prepared by the rapporteur of the groups, and a document of resolution of the problem in format of essay, which was prepared collaboratively. Data analysis allowed us to verify that the PBL was positively evaluated by the group due to its structure and didactics, so that, in addition to building concepts about Human Rights, it enabled more active and collaborative learning.

Keywords: Education; Human rights; active methodology; problem-based learning.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Danielle Yurie Moura da Silva, Centro Universitário La Salle

Professora na Faculdade de Direito do Centro Universitário La Salle - UNILASALLE/Lucas (2021) nas disciplinas de Criminologia, Direito da Criança e Adolescente, Práticas Públicas e Prática Penal, História do Direito e Direito Internacional e Direitos Humanos; Professora de Legislação aplicada ao Agronegócio no curso de Agronegócio do Centro Universitário La Salle - UNILASALLE/Lucas (2023) . Foi Professora na Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE, na disciplina de Direito Penal e Direito Processual Penal (2016 -2021). Possui um canal no Youtube com temas relacionados a Direito Penal intitulado "Maravilhoso Mundo do Direito Penal" (2020). Possui Mestrado em Educação pela Universidade do Oeste Paulista (2020). Possui Especialização em Avaliação do Ensino e Aprendizagem pela Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE (2017). Especialização em Direito Empresarial pela Universidade Cândido Mendes - UCAM (2016). Graduação em Direito pela Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE (2015). Possui experiência em estágio realizado no Escritório Piloto da Universidade do Oeste Paulista - UNOESTE (2015).

Raquel Rosan Christino Gitahy, Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul, Universidade do Oeste Paulista

Doutora em Educação, Pedagoga, Bacharel em Direito. Avaliadora do MEC-INEP. Docente da Universidade Estadual do Mato Grosso do Sul (UEMS) e Universidade do Oeste Paulista (UNOESTE)

Referências

ALTINO FILHO, H. V.; ALVES, L. M. N.; SILVA, C. L. As metodologias ativas como instrumentos otimizadores à travessia do indivíduo de jure ao indivíduo de facto. In: Seminário Científico Da Fagic. 2., 2017, Manhuaçu, MG. Anais [...]. Manhuaçu, MG: FACIG, 2017. Disponível em: http://pensaracademico.facig.edu.br/index.php/semiariocientifico/article/download/398/330. Acesso em: 11 nov. 2018.

BAUMAN, Z. A sociedade individualizada: vidas contadas e histórias vividas. Tradução de José Gradel. Rio de Janeiro: Jorge Zahar, 2008.

BENEVIDES, M. G.; DE AMORIM, R. F.; REGO, E. C. Educação Em Direitos Humanos E Ensino Superior: Uma Análise Do Currículo E Da Formação Docente Nas Licenciaturas Do Instituto Federal Do Ceará. Revista Contexto & Educação, [S. l.], v. 33, n. 104, p. 291–322, 2018. DOI: 10.21527/2179-1309.2018.104.291-322. Disponível em: https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoeducacao/article/view/6985. Acesso em: 17 jan. 2023.

BERBEL, N. A. N. As metodologias ativas e a promoção da autonomia de estudantes. Semina: Ciências Sociais e Humanas, Londrina, v. 32, n. 1, p. 25-40, 2011. Disponível em: http://www.uel.br/revistas/uel/index.php/seminasoc/article/view/10326/10999. Acesso em: 12 jun. 2018.

BRASIL. Constituição (1988). Constituição da República Federativa do Brasil. Brasília: Senado Federal, 1988. Disponível em:

http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/constituicao/constituicao.htm. Acesso em: 15 jun. 2018.

BRASIL. Decreto nº 1904, de 13 de maio de 1996. Institui o Programa Nacional de Direitos Humanos – PNDH. Diário Oficial da União, Brasília, DF, 14 maio 1996. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/decreto/d1904.htm Acesso em: 15 jun. 2018.

BRASIL. Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da República.. Caderno de educação em direitos humanos: diretrizes nacionais. Brasília: SDH-PR, 2013. Disponível em:

http://portal.mec.gov.br/index.php?option=com_docman&view=download&alias=32131-educacao-dh-diretrizesnacionais-pdf&Itemid=30192. Acesso em: 01 maio 2018.

CANDAU, V. M. Educação e direitos humanos, currículo e estratégias pedagógicas. [2009]. Disponível em:

http://www.dhnet.org.br/direitos/militantes/veracandau/candau_dh_curriculo_estrategias_pedagogicas.pdf. Acesso em: 15 dez. 2018.

COELHO, F. E. S. Primeiros passos na aprendizagem baseada em problemas. Natal, RN. In: Congresso Regional Sobre Tecnologias Na Educação. 2016, Natal, RN. Anais [...]. Natal: UFRGN, 2016.

DEELMAN, A.; HOEBERIGS, B. A ABP no contexto da universidade de Maastricht. In: ARAÚJO, U. F.; SASTRE, G. (org.). Aprendizagem baseada em problemas no ensino superior. São Paulo: Summus, 2009. p. 79-100.

DELISLE, R. Como realizar a aprendizagem baseada em problemas. Lisboa, Portugal: Edições Asa, 2000.

DEWEY, J. Democracia e educação: introdução à filosofia da educação. 3. ed. São Paulo: Nacional, 1959.

DEWEY, J. Vida e educação. 10. ed. São Paulo: Melhoramentos, 1978.

FREIRE, P. Educação como prática de liberdade. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1967.

LOPES, R. M.; ALVES, N. G.; PIERINI, M. F.; SILVA FILHO, M. V.. Características gerais da aprendizagem baseada em problemas In: LOPES, R. M.; SILVA FILHOS, M. V.; ALVES, N. G. (org.). Aprendizado baseado em problemas: fundamentos para a aplicação no ensino médio e na formação de professores. Rio de Janeiro: Publiki, 2019.

MAGRI, C. A. Educação em direitos humanos: uma abordagem a partir de Paulo Freire. 2010. Dissertação (Mestrado em Educação) – Universidade de Passo Fundo, Passo Fundo, 2010. Disponível em: http://tede.upf.br/jspui/handle/tede/713. Acesso em: 07 maio 2019.

MALHEIRO, J. M. S.; DINIZ, C. W. P. Aprendizagem baseada em problemas no ensino de ciências: Mudando atitudes de alunos e professores. Amazônia: Revista de Educação em Ciências e Matemáticas, Belém, v. 4, n. 7/8, p.1-10, jul./dez. 2007/ jan./ jun. 2008. Disponível em: file:///C:/Users/43076/Downloads/1721-6986-1-PB%20(1).pdf. Acesso em: 05 mar. 2019.

MAMEDE, S. Aprendizagem baseada em problemas: características, porcessos e racionalidade. In: MAMEDE, S.; PENAFORTE, J. (org.). Aprendizagem baseada em problemas: anatomia de uma nova abordagem educacional. Fortaleza: Hucitec, 2001. p. 25-48.

NAÇÕES UNIDAS BRASIL. A declaração universal dos direitos humanos. Assembleia Geral das Nações Unidas em Paris. 10 dez. 1948. Disponível em:

https://nacoesunidas.org/direitoshumanos/declaracao/. Acesso em: 10 abr. 2018.

PIERINI, M. F. Aprendizagem baseada em problemas e em casos investigativos construindo e avaliando possibilidades de implementação no Ensino Médio. 2015. Dissertação (Mestrado em Ciências) – Instituto Oswaldo Cruz, Rio de Janeiro, 2015.

RIZZI, E.; GONZALEZ, M.; XIMENES, S. Direito humano à educação. Cartilha Educação e Justiça. Curitiba: Plataforma Dhesca Brasil, 2009. v. 4 Disponível em: http://www.bdae.org.br/bitstream/123456789/2381/1/cartilhaeducacaoacaojustica.pdfAcesso em: 14 fev. 2019.

SCHMIDT, H. G. As bases cognitivas da aprendizagem baseada em problemas. In: MAMEDE, S.; PENAFORTE, J. (org.). Aprendizagem baseada em problemas: anatomia de uma nova abordagem educacional. Fortaleza: Hucitec, 2001. p. 79-108.

SANTOS, J. M. C. T.; PEREIRA, S. P. de O. ENSINO EM DIREITOS HUMANOS: CONSIDERAÇÕES NO CONTEXTO DA PRÁTICA. Revista Contexto & Educação, [S. l.], v. 33, n. 106, p. 158–177, 2018. DOI: 10.21527/2179-1309.2018.106.158-177. Disponível em: https://www.revistas.unijui.edu.br/index.php/contextoeducacao/article/view/7020. Acesso em: 17 jan. 2023.

SILVA, F. C. Proposta de avaliação formativa aplicando aprendizagem baseada em problemas (ABP) no ensino médio. 2017. . Dissertação (Mestrado em Projetos Educacionais de Ciências) - Escola de Engenharia de Lorena, Universidade de São Paulo, Lorena, 2017. Disponível em: https://teses.usp.br/teses/disponiveis/97/97138/tde-21112017-135922/en.php. Acesso em: 20 fev. 2019.

SOUSA, S. O. Oficina Formação para utilização da aprendizagem baseada em problemas e pedagogia de projetos - Metodologias Inovadoras. In: SIMPÓSIO DE EDUCAÇÃO INCLUSIVA E ADAPTAÇÕES (SEIA) 6.; SIMPÓSIO INTERNACIONAL DE EDUCAÇÃO A DISTÂNCIA (SIEaD) 4., 2017. Presidente Prudente. Anais [...]. Presidente Prudente: UNESP, 2017.

TOMAZ, J. B. O papel e as características do professor. In: MAMEDE, S.; PENAFORTE, J. (org.). Aprendizagem baseada em problemas: anatomia de uma nova abordagem educacional. Fortaleza: Hucitec, 2001. p. 157-182.

TORRES, P. L. Laboratório on-line de aprendizagem: uma proposta crítica de aprendizagem colaborativa para a educação. Cadernos Cedes, Campinas, v. 27, n. 73, p. 335-352, set./dez. 2007. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/ccedes/v27n73/06.pdf. Acesso em: 12 dez. 2019.

TORP, L.; SAIGE, S. Problems as possibilities: problem-based learning for k-16 education. 2. ed. Alexandria, Virginia, EUA: [s.n.], 2002.

Downloads

Publicado

2024-03-19

Como Citar

YURIE MOURA DA SILVA, D.; ROSAN CHRISTINO GITAHY, R. EDUCAÇÃO EM/PARA DIREITOS HUMANOS COM A METODOLOGIA DA APRENDIZAGEM BASEADA EM PROBLEMAS : EDUCATION IN/FOR HUMAN RIGHTS WITH THE PROBLEM-BASED LEARNING METHODOLOGY. Ponto de Vista Jurídico, Caçador (SC), Brasil, v. 13, n. 1, p. e3235-e3235, 2024. DOI: 10.33362/juridico.v13i1.3235. Disponível em: https://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/juridico/article/view/3235. Acesso em: 24 abr. 2024.