A ACELERADA EVOLUÇÃO SOCIAL E TECNOLÓGICA GLOBAL COMO VIABILIZADORES DE CRIMES CIBERNÉTICOS, FRENTE AO LENTO DESENVOLVIMENTO DE FREIOS LEGAIS PARA SUA CONTENÇÃO

Autores

  • André Lemuel Ferreira Krieguer Universidade Alto Vale do Rio do Peixe
  • Antonio Luciano Bairros Ceron UNIARP
  • Aldair Marcondes Universidade Alto Vale do Rio do Peixe

DOI:

https://doi.org/10.33362/juridico.v10i02.2724

Resumo

O presente estudo pretende compreender como a legislação penal brasileira tem tratado os crimes cibernéticos. Vivemos a chamada era do conhecimento, onde a globalização juntamente com a tecnologia, transformaram profundamente a sociedade. Embora essa transformação, em sua maioria, tenha vindo para beneficiar a sociedade de uma maneira geral, infelizmente esta evolução proporcionou novas formas de criminalidade. Com o aumento dos crimes cibernéticos, a sociedade se viu diante de uma lacuna não preenchida para combater tais violações. Se fez necessário o surgimento de normas especificas na esfera penal, para tratar desta nova modalidade de crime. Neste trabalho se buscará compreender como anda a legislação brasileira no tocante do assunto, visando identificar quais os pontos já estão regulados e quais ainda necessitam de uma melhor normatização. No cenário atualmente vivido, o assunto tem se tornado cada vez mais relevante e, de uma maneira geral, de interesse de toda a sociedade brasileira.

Biografia do Autor

Aldair Marcondes, Universidade Alto Vale do Rio do Peixe

Professor do curso de Direito da Universidade Alto Vale do Rio do Peixe (UNIARP). E-mail: aldair@uniarp.edu.br

Referências

ALMEIDA, Jéssica de Jesus et al. Crimes Cibernéticos. Ciências Humanas e Sociais Unit- Aracajú - Sergipe, 2015.

ALMEIDA, Julia da Silva; ROQUE, Braynner Victor Silva. Desafio do direito na regulamentação das relações jurídicas na deep web e dos crimes cibernéticos. Escola Superior Dom Hélder Câmera. Belo Horizonte – Minas Gerais, 2017

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil (1988). São Paulo: Saraiva, 2010.

CANCELIER, Mikhail Vieira de Lorenzi, PILATI, José Isasc. PRIVACIDADE, PÓS-MODERNIDADE JURÍDICA E GOVERNANÇA DIGITAL: O exemplo do marco civil da internet na direção de um novo direito. Universidade Federal de Santa Catarina. Florianópolis – Santa Catarina, 2017.

COSTA, Roberto Renato Strauhs; PENDIUK Fábio. DIREITO DIGITAL: O marco civil brasileiro da internet e as inovações jurídicas no ciberespaço. Universidade Federal do Paraná. Curitiba – Paraná, 2016.

FACHIN, Odília. Fundamentos de Metodologia. São Paulo: Saraiva, 2003.

JESUS, Damásio de; MILAGRE, José Antonio. Manual de crimes informáticos. São Paulo: Saraiva, 2016.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. São Paulo: Atlas, 2003.

LIMA, Alecssandro Moreira. Crimes Virtuais – O cyberbullyng, o código penal brasileiro e a lacuna vigente. 2018.

LIMA, Ueslei de Melo Rodrigues de; TESSMANN, Dakari Fernandes; VENTURIN, Edileuza Valeriana de Farias. Violação dos Direitos Fundamentais em Crimes Cibernéticos e a Necessidade de Inclusão do Direito Eletrônico como Legislação Específica. Disponível em: <http://www.ienomat.com.br/revista2017/index.php/judicare/ article/view/85>. Acesso em: 10 ago. 2020.

NUNES, Mário Vinicius de Azevedo; MADRID, Fernanda de Matos Lima. CRIMES VIRTUAIS: O desafio do código penal na atualidade e a impunidade dos agentes. Centro Universitário Antônio Eufrásio de Toledo. Presidente Prudente – São Paulo, 2019.

MARINHO, Guilherme. Hackers, Crackers e o Direito Penal. Disponível em: <https://grmadv.jusbrasil.com.br/artigos/407334629/hackers-crackers-e-o-direito-penal>. Acesso em: 09 ago. 2020.

MATA, Leonardo André da; SANTAGATI, Claudio Jesus. Analogia aos delitos virtuais com ênfase nos Direitos Humanos. Disponível em: <http://revistas.cua.ufmt.br/revista/index.php/revistapanoramica/article/view/436/119> Acesso em: 10 ago. 2020.

MARTINS, Geisa. O que é o Marco Civil da Internet? Disponível em: < https://super.abril.com.br/mundo-estranho/o-que-e-o-marco-civil-da-internet//>. Acesso em: 21 de jun. de 2020.

PADOVEZ, Rafael Silva; PRADO, Florestan Rodrigo. O direito penal brasileiro no contexto dos crimes cibernéticos. Centro Universitário Antônio Eufrásio de Toledo. Presidente Prudente – São Paulo, 2019.

VITORIANO, Larissa. A Lei Carolina Dieckmann atua contra Crimes Virtuais e Possui Grande Influência Midiática. Disponível em: < https://cpjur.com.br/lei-carolina-dieckmann/>. Acesso em: 21 de jun. de 2020.

Downloads

Publicado

2021-12-23

Como Citar

LEMUEL FERREIRA KRIEGUER, A.; LUCIANO BAIRROS CERON, A.; MARCONDES, A. A ACELERADA EVOLUÇÃO SOCIAL E TECNOLÓGICA GLOBAL COMO VIABILIZADORES DE CRIMES CIBERNÉTICOS, FRENTE AO LENTO DESENVOLVIMENTO DE FREIOS LEGAIS PARA SUA CONTENÇÃO. Ponto de Vista Jurídico, Caçador (SC), Brasil, v. 10, n. 02, p. 128-143, 2021. DOI: 10.33362/juridico.v10i02.2724. Disponível em: https://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/juridico/article/view/2724. Acesso em: 17 jan. 2022.

Edição

Seção

Artigos