APRENDIZAGEM E COMPETÊNCIAS ORGANIZACIONAIS SOB A PERSPECTIVA DO BALANCED SCORECARD

Autores

  • Alice Munz Fernandes Universidade Federal do Rio Grande do Sul
  • Diego Lazzarotto Universidade de Caxias do Sul
  • Marta Elisete Ventura da Motta Universidade de Caxias do Sul
  • Maria Emilia Camargo Universidade de Caxias do Sul
  • Guilherme Cunha Malafaia Universidade de Caxias do Sul

DOI:

https://doi.org/10.33362/visao.v6i2.1281

Palavras-chave:

Indicadores de Desempenho. Recursos Humanos. Treinamento e Qualificação.

Resumo

O estudo realizado teve por objetivo identificar os reflexos das competências organizacionais na aprendizagem organizacional enquanto perspectiva do Balanced Scorecard. Para tanto, realizou-se uma pesquisa de abordagem quali-quantitativa, com finalidade exploratória e descritiva por meio de um estudo de caso. Adotaram-se como fonte de coleta de evidências, documentos, registros em arquivos e observação participante, o que possibilitou a realização de triangulação. Os resultados obtidos demonstraram que o tempo destinado ao treinamento, assim como o incentivo da empresa à formação educacional do funcionário reflete na melhoria da percepção do nível de satisfação deste e, consequentemente, no clima e aprendizagem organizacional, podendo interferir também no estabelecimento da cultura organizacional predominante. Assim, constatou-se que a aprendizagem também pode ser analisada sob o enfoque de indicadores, o que possibilita mensurar seus reflexos no desempenho organizacional.

Palavras-Chave: Indicadores de Desempenho. Recursos Humanos. Treinamento e Qualificação.

 

Abstract: The study accomplished aimed at to identify the reflexes of organizational skills in the organizational learning while Balanced Scorecard perspective. Therefore, it was a research in qualitative-quantitative approach, purpose exploratory and descriptive study by means of a case. It was adopted as a source collect evidence, documents, record in files and participant observation, what made it possible triangulation. The results obtained demonstrated that the time allocated to training, as well as the incentive of the company’s educational background to employee reflected in the improvement in the perception of the level of satisfaction and, consequently, in climate and organizational learning, and may interfere in the establishment of the predominant organizational culture. Therefore, it was found that learning can also be analyzed under the indicators approach, which makes it possible to measure its reflexes on organizational performance.

Keywords: Performance Indicators. Human Resources. Training and Qualification.

Downloads

Publicado

2017-12-14

Como Citar

MUNZ FERNANDES, A.; LAZZAROTTO, D.; VENTURA DA MOTTA, M. E.; CAMARGO, M. E.; CUNHA MALAFAIA, G. APRENDIZAGEM E COMPETÊNCIAS ORGANIZACIONAIS SOB A PERSPECTIVA DO BALANCED SCORECARD. Revista Visão: Gestão Organizacional, Caçador (SC), Brasil, v. 6, n. 2, 2017. DOI: 10.33362/visao.v6i2.1281. Disponível em: https://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/visao/article/view/1281. Acesso em: 8 dez. 2021.

Edição

Seção

Artigos

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)