AÇÕES RELEVANTES E SUSTENTÁVEIS IMPLEMENTADAS PELA CODEP/PGDP/UNEB

RELEVANT AND SUSTAINABLE ACTIONS IMPLEMENTED BY CODEP/PGDP/UNEB

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33362/visao.v11i1.2778

Palavras-chave:

Desenvolvimento. Multicampia. Ações relevantes e sustentáveis.

Resumo

Este artigo apresenta resultados das ações implementadas pela Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas (CODEP), da Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PGDP), da Universidade do Estado da Bahia (UNEB) que emergiram do período de distanciamento social exigido pela pandemia da COVID 19. Trata-se de uma pesquisa aplicada, ex-post facto, de objetivo descritivo e cunho qualitativo e quantitativo, que aborda a diferença significativa de ações com impacto no desenvolvimento dos servidores da UNEB e considerando a inovação e a melhoria da qualidade de vida. Neste contexto, de desafios para manter as atividades, a equipe CODEP conseguiu, através da inovação e utilização de artefatos tecnológicos, alcançar o que desde 2010 vinha tentando sem obter os resultados desejados: atender de forma equânime todos os servidores distribuídos pela multicampia da UNEB. Desse modo, as ações mencionadas neste artigo podem ser consideradas relevantes e sustentáveis.

Palavras-Chave: Desenvolvimento. Multicampia. Ações relevantes e sustentáveis.

 

This article presents results of the actions implemented by the by the Development People Coordinatifon (CODEP), of the Management and Development of People Pro-Rectory  (PGDP), of the University of the State of Bahia (UNEB) that emerged from the period of social distance required by the pandemic by COVID 19. This is an applied, ex-post facto research, with a descriptive objective and a qualitative and quantitative nature, which addresses the significant difference in actions with an impact on the development of UNEB employees and considering innovation and quality improvement of life. In this context, of challenges to maintain activities, the CODEP team managed, through innovation and the use of technological artifacts, to achieve what it had been trying since 2010 without obtaining the desired results: to provide equal care to all employees distributed across the multicampi UNEB. Thus, the actions mentioned in this article can be considered relevant and sustainable.

Keywords: Development. Multicampi. Relevant and sustainable actions.

Biografia do Autor

Larissa Muniz Ferreira Bittencourt, UNEB

Mestre em Gestão e Tecnologias Aplicadas à Educação pela UNEB. Universidade do Estado da Bahia (UNEB), na Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PGDP), na Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas (CODEP).

Elaine da Silva Oliveira

Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas, pela UNEB, Bacharel em Comunicação Social, com habilitação em Jornalismo, pelo Centro Universitário Estácio da Bahia. Universidade do Estado da Bahia (UNEB), na Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PGDP), na Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas (CODEP).

Maria Augusta Oliveira Mendes de Aguiar

Especialista em Psicologia Social (2020), Especialista em Metodologia do Ensino para Educação Profissional (2015). Universidade do Estado da Bahia (UNEB), na Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PGDP), na Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas (CODEP).

Antônio Sérgio Souza Ferreira

Especialista em Administração Hospitalar e Sistemas em Serviços de Saúde pela UFBA (2012). Universidade do Estado da Bahia (UNEB), na Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PGDP), na Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas (CODEP).

Nilma Ricardo

Mestre em Gestão e Tecnologias Aplicadas à Educação pela UNEB (2021). Universidade do Estado da Bahia (UNEB), na Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PGDP), na Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas (CODEP).

Cristina Evangelista Silva da Franca

Graduada em Normal Superior, Sistema Presencial Conectado, Modalidade à Distância pela Universidade Norte do Paraná (UNOPAR). Universidade do Estado da Bahia (UNEB), na Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PGDP), na Coordenação de Desenvolvimento de Pessoas (CODEP).

Referências

ARRUDA, Sara. Estratégias de desenvolvimento com base nas trilhas de aprendizagem. Porto Alegre, RS, online, 2014. Disponível em: <https://www.lume.ufrgs.br/bitstream/handle/10183/127394/000969679.pdf?sequence=1>. Acesso em: 09 nov. 2021.

BEZERRA, Alan; OLIVEIRA, Ednilson. Aprendizagem Organizacional: a organização que aprende. Artigo (online). 2006. Disponível em: <http://www.administradores.com.br/artigos/cotidiano/aprendizagem-organizacional-a-organizacao-que-aprende/12461/>. Acesso em: 09 nov. 2021.

BITTENCOURT, Larissa Muniz Ferreira; KRONBAUER, Artur Henrique. Trilhas de Aprendizagem na Educação Corporativa: modelagem de uma plataforma para o desenvolvimento de técnicos-administrativos universitários. Salvador/BA, 2020.

BRANDÃO, Hugo. Aprendizagem, contexto, competência e desempenho: um estudo multinível. Brasília, DF, online, 2009. Disponível em: <http://repositorio.unb.br/handle/10482/8322> Acesso em: 12/ nov. 2021.

CARDOSO, Silva Priscilla. Capacitação dos técnicos administrativos com base na gestão de pessoas por competências – o caso do IF sertão-PE. Dissertação apresentada como defesa de mestrado na UFBA, 2017.

CASSIMIRO, Wagner. Trilhas de aprendizagem. Parte I: definição. Revista T&D Inteligência Corporativa (online). 2015. Disponível em: <http://rtd.com.br/2015/08/19/trilhas-de-aprendizagem-parte-i-definicao/>. Acesso em: 10 nov. 2021.

CASTELLS, M. A Era da Informação: economia, sociedade e cultura. v. I, A Sociedade em Rede. Lisboa: Fundação Calouste Gultbenkian, 2002.

CASTELLS, M. A sociedade em Rede: a era da informação, economia e sociedade e cultura. v.1. São Paulo. Ed. Paz e Terra, 2001.

FREITAS, Isa; BRANDÃO, Hugo. Trilhas de Aprendizagem como estratégia de desenvolvimento de competências. Online. Disponível em: <http://www.anpad.org.br/diversos/trabalhos/EnANPAD/enanpad_2005/GPR/2005_GPRA316.pdf> Acesso em: 12 nov. 2021.

HAGEL III, J. & ARMSTRONG, A.G. Vantagem competitiva na Internet: como criar uma nova cultura empresarial para atuar nas comunidades virtuais. Rio de Janeiro, Campus, 2. ed., 1998.

JUNQUEIRA, Cladis. Trilhas de desenvolvimento profissional. Porto Alegre, mimeo, 2000.

KNUPPEL, Maria Aparecida Crissi; KNUPPEL JUNIOR, Luiz Carlos (co-autor). A Sociedade Tecnológica: Diálogos, Cruzamentos E Entrecruzamentos, 2021, p 30 e 31.

MOREIRA, José Antônio. Educação Digital: Por um Paradigma de Educação Digital (Em Rede). Salvador/BA: Universidade do Estado da Bahia, 2021.

ONU – Organização das Nações Unidas. Agenda 2030 do Desenvolvimento Sustentável. Disponível em https://www.inbs.com.br/agenda-2030-da-onu/. Acesso em 03 dez. 2021.

PINHEIRO, Marcus Túlio Freitas; SALES, Kátia Marise Borges. A autonomia tecnológica dos processos de formação: oferta curricular semipresencial em cursos presenciais de graduação. In. POIÉSIS. Tubarão, V.5, n.9, p. 47, Jan/Jun.2012.

SANTOS, Fernanda Januário dos; BARROSO, Kelly Mesquita. Trilhas de Aprendizagem como Estratégia para o Desenvolvimento de Competências nas Organizações. Duque de Caxias/RJ: Universidade Estácio de Sá, online, 2019. Disponível em: <https://docplayer.com.br/108741296-Palavras-chaves-trilhas-de-aprendizagem-estrategia-desenvolvimento-de-competencias-nas-organizacoes.html> Acesso em: 20 jul. 2022.

Downloads

Publicado

2022-07-25

Como Citar

BITTENCOURT, L. M. F. .; OLIVEIRA, E. da S. .; AGUIAR, M. A. O. M. de .; FERREIRA, A. S. S. .; RICARDO, N. .; FRANCA, C. E. S. da . AÇÕES RELEVANTES E SUSTENTÁVEIS IMPLEMENTADAS PELA CODEP/PGDP/UNEB: RELEVANT AND SUSTAINABLE ACTIONS IMPLEMENTED BY CODEP/PGDP/UNEB. Revista Visão: Gestão Organizacional, Caçador (SC), Brasil, v. 11, n. 1, p. 92-115, 2022. DOI: 10.33362/visao.v11i1.2778. Disponível em: https://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/visao/article/view/2778. Acesso em: 13 ago. 2022.

Edição

Seção

Artigos