ASSÉDIO MORAL NAS MICROS E PEQUENAS EMPRESAS: UMA VERDADE QUE NÃO APARECE.

Autores

  • Ana Litilha Fleck
  • Rosiane Oswald Flach Uceff Itapiranga

DOI:

https://doi.org/10.33362/visao.v9i1.2135

Palavras-chave:

Assédio Moral. Micros e Pequenas Empresas. Gênero.

Resumo

Este estudo tem como objetivo identificar o assédio moral nas micro e pequenas empresas e sua ligação com o gênero. Realizou-se uma pesquisa quantitativa e descritiva, utilizando como estratégia de estudo de campo a aplicação de um questionário com 155 profissionais que atuam em micro e pequenas empresas. A produção e análise dos dados ocorreram por meio de estatística descritiva. Os achados demonstram que o ato de assédio moral ocorre com ambos os gêneros, mas possui uma intensidade maior com as mulheres, sendo reconhecido como uma violência.  Desta forma, repercutem seus efeitos no desenvolvimento do trabalho realizado e na vida das vítimas, os quais por motivos de medo e receio de perder o trabalho não efetuam a denúncia. Este trabalho contribui academicamente ao suprir a lacuna de pesquisas sobre Assédio Moral e suas consequências nas vítimas e pode auxiliar os responsáveis pela gestão das empresas em compreender melhor quais ambientes são mais favoráveis a este tipo de violência e buscar ferramentas de gestão para inibir este fenômeno destruir do ambiente de trabalho.

Palavras-Chave: Assédio Moral. Micros e Pequenas Empresas. Gênero.

 

PSYCHOLOGICAL HARASSMENT IN MICRO AND SMALL BUSINESSES: A TRUTH THAT DOESN´T APPEAR

Abstract: This study has the objective to investigate psychological harassment in micro and small businesses and their connection with gender. A quantitative and descriptive research was done, using as a field study strategy the application of a questionnaire with 155 professionals working in micro and small companies. The production and analysis of the data occurred through descriptive statistics. The results demonstrate that the act of psychological harassment occurs with both genders, but has a greater intensity with women, being recognized as violence. Therefore, it affects the development of work and the victims lives, who, for reasons of fear and scared to lose their jobs, do not file a complaint. This work contributes academically by filling the research gap about Psychological Harassment and its consequences in the victims and can help those in charge of the companies management to better understand which environments are more favorable to this type of violence and seek management tools to inhibit this phenomenon from the work environment. 

Keywords: Psychological Harassment. Micro and Small Businesses. Genre.

Biografia do Autor

Ana Litilha Fleck

Egressa do Curso de Administração pelo Centro Universitário Fai (UCEFF).

Rosiane Oswald Flach, Uceff Itapiranga

Atua desde 2001 no setor Administrativo do Ensino Superior, dentre as atividades, seis anos como Secretária Acadêmica. Iniciei a caminhada como Professora Universitária em 2010. No ano de 2011, assumi a Coordenação do Curso de Administração. Em 2017/2 agreguei a função de Coordenadora do Curso de Ciências Contábeis. Contribui na formulação do Projeto Pedagógico do Curso de Processos Gerenciais - módulo EAD. Sou Presidente do Núcleo Docente Estruturante (NDE) e membro do Conselho Superior de Implantação do Ensino Híbrido e CONSEPE. Dentro das atividades exercidas, destaco a construção de PDI, PPI e PPC de Curso.

Referências

ALMEIDA, C.; CAVALCANTE, G.; BATISTA, H. G. Assédio no trabalho dificulta ascensão de mulheres nas empresas. O Globo, Jan. 2018. Disponível em: < https://oglobo.globo.com/economia/assedio-no-trabalho-dificulta-ascensao-de-mulheres-nas-empresas-22285265>. Acesso em: 09 de Dez. de 2018.

AVELINO, A. S. S.; CONDESSO, C. D. F. Assédio moral no trabalho: um fenômeno sombrio. Universidade Autônoma de Lisboa, 2016.

BENEVIDES, S. D.; MATOS, F. R. N.; FIGUEIREDO, N. C.; LOPES, K. L. de A. Assédio moral no trabalho: um estudo exploratório no município de Fortaleza-Ceará. Revista de Administração UFSM, Santa Maria, v.5, n.2, p 373-385, Mai./Ago.2012.

BOBROFF, M. C. C.; MARTINS, J. T. Assédio moral, ética e sofrimento no trabalho. Revista Bioética, 2013.

CAMPOS, M. I.; RUEDA, F. J. M. Assédio moral: Evidências de validade de escala e relações com qualidade de vida no trabalho. Artigo de Avaliação Psicológica da USF – Itatiba-SP, 2016.

FELIPE, J. D. L. Assédio moral contra as mulheres: um estudo com técnicas administrativas da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Dissertação de Pós-Graduação em Serviços Sociais e Direitos Sociais da UERN, 2016.

FREIRE, P. A. Assédio moral e saúde mental do trabalhador. Psicologia.com.pt. 2009.

FREITAS, M. E. Assédio moral e assédio sexual: faces do poder perverso nas organizações. Revista de Administração de Empresas, São Paulo, v.41, n.2, Jan./Jun. 2001.

_____Quem paga a conta do assédio moral no trabalho? Revista de Administração de Empresas, Jan./Jun. 2007.

FREITAS, M. E.; HELOANI, J. R.; BARRETO, M. M. S. Assédio moral no trabalho. São Paulo: Cengage Learning; 2008.

GIL, A. C. Métodos e técnicas de pesquisa social. São Paulo: Atlas, 2008.

HIRIGOYEN, M. F. Assédio Moral: a violência perversa no cotidiano. 3ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil; 2000.

_____ Assédio moral: a violência perversa no cotidiano. 10ª ed. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil; 2008.

MAÑAS, A. V. Assédio Moral nas Instituições de Ensino: definição, características e soluções. Revista Ciência da Administração, Fortaleza, v. 15, n. 2, Jul./Dez. 2009.

MARAZZO, L. M.; MEIRIÑO, M. J.; MÉXAS, M. P.; VILLELA, F. G.; DRUMOUND, G. M. Assédio moral nas organizações e seus impactos. Revista Gestão Organizacional, v.10, n.1, Jan./Abr. 2017.

MARTININGO FILHO, A.; SIQUEIRA, M. V. S. Assédio moral e gestão de pessoas: uma análise do assédio moral nas organizações e o papel da área de gestão de pessoas. Revista de Administração Mackenzie, v.9, 2008.

MENDONÇA, J. M. B.; SANTOS, M. A. F.; PAULA, K. M. Assédio moral no trabalho: estado da arte e lacunas de estudos. Gestão & Regionalidade, v.34, n.100, Jan./Abr. 2018.

RIBEIRO, C. R. B.; MANCINI NETO, P. Assédio moral: o poder perverso nas empresas. Revista Pretexto, Belo Horizonte, Jul. 2003.

RICHARDSON, R. J. Pesquisa Social: Métodos e Técnicas. São Paulo: Atlas, 2011.

RUI NETO, A. Assédio Moral contra Mulher nas Relações de Trabalho: uma reflexão sobre suas consequências econômicas e psicológicas. Universidade Federal de Mato Grosso do Sul, 2008.

SILVA, L. P.; CASTRO, M. A. R.; DOS-SANTOS, M. G. Influência da Cultura Organizacional Mediada pelo Assédio Moral na Satisfação no Trabalho. RAC – Revista de Administração Contemporânea, Rio de Janeiro, v.22, n.2, Mar./Abr. 2018.

SILVA, V. V.; NAKATA, L. E. Da deterioração das relações à escolha pela permanência: O assédio moral no trabalho. Recape Revista de Carreiras e Pessoas, São Paulo, v.6, n.2, Mai./Jun./Jul./Ago. 2016.

SCHERE, M. D. A.; PIRES, D.; SCHWARTZ, Y. Trabalho coletivo: um desafio para a gestão em saúde. Revista de Saúde Pública, São Paulo, SP, v.43, n.4, 2009.

SOARES, L. Q. Interações socioprofissionais e assédio moral no trabalho: “ou você interage do jeito deles ou vai ser humilhado até não aguentar mais”. São Paulo: Casa do Psicólogo, 2008.

TARCITANO, J. S. C.; GUIMARÃES, C. D. Assédio moral no ambiente de trabalho. Centro de Educação Tecnológica Estácio de Sá de Juiz de Fora, 2004.

TEIXEIRA, R. F.; REIS, M. C.; SANTOS, L. M. L. Assédio moral no trabalho: um estudo sobre as práticas de prevenção e combate ao fenômeno em empresas do norte do Paraná. Revista de Administração UFSM, Santa Maria, RS, v.6, n. 4, Dez. 2013.

VALADÃO JUNIOR, V. M.; MENDONÇA, J. M. B. Assédio moral no trabalho: dilacerando oportunidades. Cadernos Ebape.BR, Rio de Janeiro, v.13, n.1, Jan./Mar. 2015.

VASCONCELOS, Y. L. Assédio moral nos ambientes corporativos. Cadernos Ebape.BR, Rio de Janeiro, v.13, n.4, Out./Dez. 2015.

VENTURA, E. F.; TEIXEIRA, L. A. A.; OLIVEIRA, R. R.; PORTO, L. Assédio moral e seu dano na saúde mental dos indivíduos. Revista de Administração e Inovação Hospitalar, Belo Horizonte - MG, v.14, n.4, Out./Dez. 2017.

Downloads

Publicado

2020-07-13

Edição

Seção

Artigos