ECONOMIA CIRCULAR: UM ESTUDO BIBLIOMÉTRICO

CIRCULAR ECONOMY: A BIBLIOMETRIC STUDY

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33362/visao.v10i2.2754

Palavras-chave:

Economia Circular, Sustentabilidade, Competitividade

Resumo

O rápido crescimento populacional e o aumento do consumo têm causado desafios econômicos, ambientais e sociais para a sustentabilidade do planeta. Os efeitos da ação antrópica têm se intensificado desde a Revolução Industrial com a atribuição de um modelo econômico linear, baseado na extração e exploração dos recursos naturais, produção e disposição dos resíduos no meio ambiente. Uma abordagem contrastante com essa realidade e que vem ganhando popularidade, principalmente na última década, é a denominada Economia Circular. O estudo bibliométrico realizado nesta pesquisa tem como objetivo identificar a produção científica relacionada com o tema Economia Circular, especificamente em artigos publicados entre 2016 e 2020, proporcionando rumos e estratégias de futuras pesquisas. O estudo demonstrou um crescimento na produção científica nesse período, principalmente nos últimos dois anos, com predomínio de estudos internacionais, o que pode contribuir para a difusão do tema Economia Circular, com a finalidade de favorecer a regeneração dos recursos naturais. Entretanto, ainda existe uma lacuna muito grande entre as publicações brasileiras com relação às internacionais, o que sugere a necessidade de se investir em estudos sobre o tema, de forma a gerar conhecimentos que apoiem a aceleração na transição dos modelos lineares, engajando a economia das organizações brasileiras aos pilares do desenvolvimento sustentável de forma mais equiparada aos países desenvolvidos.  O presente estudo revelou que o tema Economia Circular vem sendo aplicado como uma prática administrativa orientada à redução de custos, melhoria da competitividade e da sustentabilidade.

Palavras-Chave: Economia Circular. Sustentabilidade. Competitividade.

 

Abstract:

The rapid population growth and increasing consumption have been causing economic, environmental and social challenges to the sustainability of the planet. The effects of anthropic action have intensified since the Industrial Revolution with the attribution of a linear economic model, based on the extraction and exploitation of natural resources, production and disposal of waste in the environment. A contrasting approach with this reality that has been gaining popularity, especially in the last decade, is the so-called Circular Economy. The bibliometric study carried out in this research aims to identify the scientific production related to the theme of Circular Economy, specifically in articles published between 2016 and 2020, providing directions and strategies for future research. The study showed a growth in scientific production in this period, mainly in the last two years, with a predominance of international studies, which can contribute to the dissemination of the Circular Economy theme, with the purpose of favoring the regeneration of natural resources. However, there is still a very large gap between Brazilian publications in relation to international ones, which suggests the need to invest in studies on the subject, in order to generate knowledge that supports the acceleration in the transition of linear models, engaging the economy of Brazilian organizations to the pillars of sustainable development in a more similar way to developed countries. This study revealed that the Circular Economy theme has been applied as an administrative practice aimed at reducing costs, improving competitiveness and sustainability.

Keywords: Circular Economy. Sustainability. Competitiveness.

Biografia do Autor

Denise Helena Lombardo Ferreira

Doutora. Sustentabilidade. PUC.

Diego de Melo Conti

Doutor. Sustentabilidade. PUC

Referências

ARAÚJO, C. A. A. Bibliometria: evolução histórica e questões atuais. Em Questão, v.12, n. 1, p. 11-32, 2006.

CNI. Confederação Nacional da Indústria. Economia Circular: oportunidades e desafios para a indústria brasileira. Brasília: CNI, 2018.

DOWBOR, Ladislau. A era do capital improdutivo. São Paulo: Autonomia Literária, 2017.

DUNPHY, D. et al. Organizational Change for Corporate Sustainability: A Guide for Leaders and Change Agents of the Future (Understanding Organizational Change). New York: Routledge, 2003.

ELLEN MACARTHUR FOUNDATION. Uma economia circular no Brasil: uma abordagem exploratória inicial, 2017. Disponível em: <http://www.elenmacarthurfoundation.org/>. Acesso em: 16 jan. 2020.

LKINGTON, J. Canibais com garfo e faca. São Paulo: Makron Books, 2001.

GEISSDOEFER, M.; SAVAGET, P.; BOCKEN, N. M. P.; HULTINK, E. J. The Circular Economy – A new sustainability paradigm? Journal of Production Cleaner, v. 143, n. 1, p. 757-768, 2017. https://doi.org/10.1016/j.jclepro.2016.12.048

GOMES, S. C. J. As Práticas de Sustentabilidade Estratégica nas Empresas Portuguesas - Estudo de Caso: Corticeira Amorim. 2009. 102 p. Dissertação (Mestrado em Marketing) – Universidade do Porto, Porto, 2009.

GONÇALVES-DIAS, S. L. F.; GUIMARÃES, L. F.; SANTOS, M. C. L. As muitas vidas do PET: Integrando competências “verdes” na cadeia produtiva X SIMPOI – Simpósio de Administração da Produção, Logística e Operações Internacionais, São Paulo, Escola de Administração de Empresas de São Paulo/FGV, 2007.

GUEVARA, A. J. H.; DIB, V. C. A crise de sentido e o futuro das organizações. Revista Organizações em Contexto, v. 1, n. 2, p. 206-223, 2005.

MURRAY, A.; SKENE, K.; HAYNES, K. The circular economy: an interdisciplinary exploration of the concept and application in a global context. Journal of Business Ethics, n. 140, p. 369-380, 2017.

ONU. Organização das Nações Unidas. Saiba o que foi prometido durante a histórica Cúpula de Ação Climática da ONU, 2019. Disponível em: <https://brasil.un.org/pt-br/84235-saiba-o-que-foi-prometido-durante-historica-cupula-de-acao-climatica-da-onu>. Acesso em: 04 mai. 2021.

PASCHOALIN FILHO, J. A.; FRASSON, S. A.; CONTI, D. M. Economia Circular Estudo de Casos Múltiplos em Usinas de Reciclagem no Manejo de Resíduos da Construção Civil. Revista Desenvolvimento em Questão, v. 17, n. 49, p. 136-157, 2019. https://doi.org/10.21527/2237-6453.2019.49.136-157

ROSA P.; SASSANELLI, C.; URBINATI, A.; CHIARONI, D.; TERZI, S. Assessing Relations Between Circular Economy and Industry 4.0: A Sistematic Literature Review International Journal of Production Research, v. 58, n. 6, p. 1662-1687, 2020. https://doi.org/10.1080/00207543.2019.1680896

SACHS, I. Caminhos para o desenvolvimento sustentável. Rio de Janeiro: Editora Garamond, 2000.

Downloads

Publicado

2021-12-08

Como Citar

NAVARRO, A. C.; FERREIRA, D. H. L. .; SUGAHARA, C. R. .; CONTI, D. de M. . ECONOMIA CIRCULAR: UM ESTUDO BIBLIOMÉTRICO: CIRCULAR ECONOMY: A BIBLIOMETRIC STUDY. Revista Visão: Gestão Organizacional, Caçador (SC), Brasil, v. 10, n. 2, p. 17-23, 2021. DOI: 10.33362/visao.v10i2.2754. Disponível em: https://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/visao/article/view/2754. Acesso em: 17 jan. 2022.

Edição

Seção

10º FÓRUM INTERNACIONAL ECOINOVAR (Trabalhos Premiados)