A INFLUÊNCIA DOS ESQUEMAS INICIAIS DESADAPTATIVOS NO PAPEL PROFISSIONAL DO ADULTO

THE INFLUENCE OF EARLY MALADAPTIVE SCHEMAS ON THE INDIVIDUAL'S PROFESSIONAL ROLE

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33362/visao.v12i2.3238

Palavras-chave:

Esquemas iniciais desadaptativos, Bem-estar organizacional, Papel profissional, Terapia do esquema

Resumo

Esta pesquisa abordou o conceito de Esquemas Iniciais Desadaptativos, buscando compreender, com base na literatura já existente, sua relação com o desempenho do papel profissional do indivíduo e seu bem-estar no trabalho. O artigo se trata de uma revisão narrativa, baseada na literatura a respeito dos temas discutidos. Com base nos dados obtidos na literatura, foram construídas hipóteses a partir de evidências de traços de personalidade e comportamento organizacional e a relação com EIDS. Os resultados sugerem que os esquemas desadaptativos podem exercer influência sobre a vida profissional do indivíduo, a forma como ele enxerga a si, aos outros, e à sua função, podendo reduzir a possibilidade de bem-estar no ambiente profissional, e até mesmo causar transtornos relacionados ao trabalho. As hipóteses levantadas neste estudo, no entanto, ainda são apenas teóricas, necessitando de investigações empíricas.

Palavras-Chave: Esquemas iniciais desadaptativos. Bem-estar organizacional. Papel profissional. Terapia do esquema.

 

Abstract: This research addressed the concept of Maladaptive Initial Schemes, seeking to understand, based on the existing literature, its relationship with the performance of the individual's professional role and his well-being at work. The article is a narrative review, based on the literature on the topics discussed. Based on data obtained from the literature, hypotheses were constructed based on evidence of personality traits and organizational behavior and the relationship with EMS. The results suggest that maladaptive schemas can influence the individual's professional life, the way he sees himself, others, and his role, which may reduce the possibility of well-being in the professional environment, and even cause work-related disorders. The hypotheses raised in this study, however, are still only theoretical, requiring empirical investigations.

Keywords: Early maladaptive schemas. Organizational well-being. Professional role. Schema therapy.

Biografia do Autor

Laura Evlyn Costa Oliveira, Instituto Educacional Maria Ranulfa

Bacharel em Psicologia pelo Instituto Educacional Maria Ranulfa e pós graduanda em Terapia Cognitivo Comportamental pela PUC Minas.

Referências

ANDREASSEN, Cecília Schou; PALLESEN, Stale. Workaholism: An addiction to work. Neuropathology of Drug Addictions and Substance Abuse: Bergen, (v. 3), abr, 2016.

BECK, Aaron Temkin. Cognitive therapy and the emotional disorders. New York: International Universities Press, 1976.

BECK, Aaron Temkin; DAVIS, Denise; FREEMAN, Arthur. Terapia cognitiva dos transtornos da personalidade. 2. ed. Porto Alegre: Artmed, 2005.

BERNARDINO, Débora Cristina Almeida Mariano; ANDRADE, Marilda. O trabalho informal e as repercussões para a saúde mental do trabalhador: Uma revisão integrativa. Referência: Revista de enfermagem: Portugal, (v. 6), (n. 7), (p 149-158), out., 2015.

BOBER, Adrianna; GAJEWSKA, Ewa; CZAPROWSKA, Anna; SWIATEK, Agata Hiacynta; SZCZESNIAK, Malgorzata. Impact of shyness on self-esteem: The mediating effect of self-presentation. International Journal of Environmental Research and Public Health: Polônia, dez, 2021.

CARVALHO, Lucas Francisco; MARTINS, Gustavo Henrique; GONÇALVES, André Pereira; SAGRADIM, Daniele Elvira Vaz. Personality pathology as predictor of work engagement, job satisfaction, and burnout in a community sample. Revista Psicologia Organizações e Trabalho: Brasília, (vol. 20), (p. 877-882), jan., 2019.

DEL PRETTE, Almir; DEL PRETTE, Zilda Aparecida. Psicologia das relações interpessoais: Vivência para trabalhos em grupo, ed. 7. Petrópolis: Vozes, 2008.

DESSEN, Marina Campos; PAZ, Maria das Graças Torres. Bem-estar pessoal nas organizações: O impacto de configurações de poder e características de personalidade. Psicologia: Teoria e pesquisa: Brasília, (vol. 26), (n. 3), (p. 549-556), set, 2010.

FEITOSA, Fabio Biasotto; MATOS, Margarida Gaspar; DEL PRETTE, Zilda Aparecida; DEL PRETTE, Almir. Suporte social, nível socioeconômico e o ajustamento social e escolar de adolescentes portugueses. Temas em Psicologia: Ribeirão Preto, (vol. 13), (n. 2), (p. 129-138), dez, 2005.

FERRARI, Rossela. Writing narrative style literature reviews. The European Medical Writers Association: Itália, (v. 24), (n. 4), dez., 2015.

HORTA, Priscila; DEMO, Gisela; ROURE, Patrícia. Política de gestão de pessoas, confiança e bem-estar: estudo em uma multinacional. Revista de administração contemporânea: Rio de Janeiro, (vol. 16), (n. 4), (p. 566-585), ago., 2012.

KELLY, Paim; FALCKE, Denise. Perfil discriminante de sujeitos com histórico de violência conjugal: O papel dos esquemas iniciais desadaptativos. Revista Brasileira de Terapia Comportamental e Cognitiva: Porto Alegre, (vol. 18), (n. 2), (p. 112-129), nov, 2016.

KUN, Bernadete; URBAN, Roberto; BOTHE, Beáta; GRIFFITHS, Mark; DEMETROVICS, Zsolt; KOKONYEI, Gyongyi. Maladaptive rumination mediates the relationship between self-esteem, perfectionism and work addiction: a largescale survey study. International Journal of Environmental Research and Public Health: Montreal, (vol. 17), out, 2020.

LACAZ, Francisco Antônio de Castro. Qualidade de vida no trabalho e saúde/doença. Ciência e Saúde Coletiva: São Paulo, (vol. 5), (n. 1), (p. 151-161), jul, 2020.

LIMA, Ana Carolina Rimoldi; FERREIRA, Danielle Vanin. Avaliação da prevalência de esquemas iniciais desadaptativos em sujeitos usuários de álcool e outras drogas. Psicologia da Saúde: Itumbiara, (vol. 23), (n. 2), (p. 47-58), dez, 2015.

MAGALHÃES, Mauro de Oliveira; GOMES, William. Personalidades vocacionais e processos de carreira na vida adulta. Psicologia em Estudo: Maringá, (vol. 12), (n. 1), (p. 95-103), abr, 2007.

NG, Thomas; SORENSEN, Kelly; FELDMAN, Daniel. Dimensions, antecedents, and consequences of workaholism: A conceptual integration and extension. Journal of Organizational Behavior: Hong Kong, (vol. 28), (p. 111-136), nov, 2007.

PEIXOTO, Ana Carina; MENESES, Rute. Os cinco grandes fatores de personalidade e as habilidades sociais: Revisão das relações. E-Revista de Estudos Interculturais: Franca, (n. 6), jun, 2021.

PORTER, Gayle. Work, work ethic, work excess. Journal of Organizational Change Management, (vol. 17), (n. 5), (p. 424-439), out, 2004.

SALANOVA, Marisa; LLORENS, Susana; GARCIA, Monica; BURRIEL, Raul; BRESÓ, Edgar; SCHAUFELI, Wilmar. Towards a four-dimensional model of burnout: A multigroup factor-analytic study including despersonalization and cynicism. Educational and Psychological Measurement, (vol. 65), (n. 5), (p. 807-819), out, 2005.

SALES, Synara Sepúlveda; PALMA, Priscila de Camargo. Esquemas iniciais desadaptativos e transtorno de compulsão alimentar e obesidade: Uma revisão integrativa. Revista Multidisciplinar e Psicologia: Paraná, (vol. 15), (n. 55), (p. 621-640), mai, 2021.

SALVADOR, Ana Paula; GONÇALVES, André Pereira; MARTINS, Gustavo Henrique; CARVALHO, Lucas de Francisco. Pathological traits and adaptability as predictors of engagement, job satisfaction, burnout and workaholism. Psicologia: teoria e pesquisa: Brasília, (vol. 38), jan, 2022.

SATO, Leny; BERNARDO, Marcia Hespanhol. Saúde mental e trabalho: os problemas que persistem. Ciência e Saúde Coletiva: Campinas, (vol. 10), (n. 4), (p. 869-878), dez, 2005.

SCHAUFELI, Wilmar; TARIS, Toon. The conceptualization and measurement of burnout: Common ground and worlds apart. Work and Stress: Holanda, (vol. 19), (n. 3), (p. 256-262), fev, 2005.

TREYNOR, Wendy; GONZALEZ, Richard; NOLEN-HOEKSEMA, Susan. Rumination reconsidered: A psychometric analysis. Cognitive Therapy and Research: Michigan, (vol. 27), (n. 3), (p. 247-259), jun, 2003.

WAINER, Ricardo; PAIM, Kelly; ERDOS, Renata; ANDRIOLA, Rossana. Terapia cognitiva focada em esquemas: Integração em psicoterapia. Porto: Artmed, 2016.

YOUNG, Jeffrey. Cognitive therapy for personality disorders: A schema-focused approach. 3 ed. Sarasota: Professional Resources Press, 1999.

YOUNG, Jeffrey; KLOSKO, Janet; WEISHAAR, Marjorie. Terapia do esquema: guia de técnicas cognitivo-comportamentais inovadoras. Porto Alegre: Artmed, 2008.

Downloads

Publicado

2023-10-13

Como Citar

COSTA OLIVEIRA, L. E.; MIRANDA RODRIGUES PINHEIRO, F.; RODRIGUES TEODORO, N. A INFLUÊNCIA DOS ESQUEMAS INICIAIS DESADAPTATIVOS NO PAPEL PROFISSIONAL DO ADULTO: THE INFLUENCE OF EARLY MALADAPTIVE SCHEMAS ON THE INDIVIDUAL’S PROFESSIONAL ROLE. Revista Visão: Gestão Organizacional, Caçador (SC), Brasil, v. 12, n. 2, p. e3238-e3238, 2023. DOI: 10.33362/visao.v12i2.3238. Disponível em: https://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/visao/article/view/3238. Acesso em: 21 jun. 2024.

Edição

Seção

Artigos