DIVERSIDADE DE GÊNERO: PROPOSTA DE INCLUSÃO DA DIVERSIDADE DE GÊNERO NAS EMPRESAS DO MUNICÍPIO DE CAÇADOR-SC

Autores

DOI:

https://doi.org/10.33362/visao.v9i1.2245

Palavras-chave:

Liderança. Mulheres. Diversidade de gênero.

Resumo

O presente trabalho buscou compreender as principais barreiras encontradas por mulheres no momento de alcançar cargos de liderança nas organizações e suas principais dificuldades. Para atingir esses objetivos, foram pesquisadas seis empresas madeireiras do município de Caçador - SC com o intuito de conhecer suas políticas de inclusão de gênero. Foi realizada uma pesquisa bibliográfica e de campo, buscando compreender as políticas de inclusão existentes e a relação do mercado de trabalho com as mulheres. Com o levantamento desses dados, foram pensadas algumas proposições para facilitar a ascensão de mulheres a cargos de gerência e liderança e, dessa maneira, contribuir para a possível mudança dessa situação. Tais proposições têm base em experiências exitosas de grandes organizações nacionais. A primeira proposição está voltada para o entendimento da existência de uma cultura machista que impede o desenvolvimento das potencialidades femininas; a segunda trata do aprimoramento do perfil de liderança e confiança das mulheres e, a terceira, relaciona-se com o aumento dos conhecimentos técnicos em relação às funções organizacionais. O objetivo da pesquisa foi realizar uma análise conjunta desses três fatores e trazer propostas de projetos que ajudem as mulheres a ocuparem novos cargos e funções estratégicas nas organizações. Faz-se necessário destacar também que quanto maior for o incentivo à diversidade dentro de uma organização, maior será o seu reconhecimento social.

Palavras-Chave: Liderança. Mulheres. Diversidade de gênero.

 

GENDER DIVERSITY: PROPOSAL FOR THE INCLUSION OF GENDER DIVERSITY IN COMPANIES IN THE CITY OF CAÇADOR-SC

Abstract: The present work sought to understand the main barriers encountered by women when reaching leadership positions in organizations and their biggest difficulties. To achieve these objectives, six timber companies in the municipality of Caçador - SC were researched in order to learn about their gender inclusion policies. To better understand this reality, a bibliographic and field research was carried out in order to understand the existing inclusion policies and the relationship of the labor market with women. With the collection of these data, improvement solutions were proposed to facilitate the rise of women in management and leadership positions. In this way, some proposals for the possible change of this situation were thought, based on successful experiences of large national organizations. The first proposition is aimed at understanding the existence of a macho culture that prevents the development of feminine potentialities; the second that improves the leadership and confidence profile of women and, third, the increase in technical knowledge in relation to organizational functions. The idea is to present a combination of these three factors to make women more apt and confident to occupy new positions and strategic functions in organizations. It is also necessary to highlight that the greater the incentive to diversity within an organization, the greater its social recognition.

Keywords: Leadership. Women. Gender diversity.

Biografia do Autor

Sara Benedetto, Faculdade SENAC Caçador-SC

Especialista em Gestão Estratégica de Pessoas pela Faculdade SENAC de Caçador-SC

Joel Cezar Bonin, Uniarp, Caçador, SC

Endereço para acessar este CV: http://lattes.cnpq.br/5599831923296454

Camila Arndt Wamser, Faculdade SENAC Caçador-SC

Doutorado pelo Programa de Pós-graduação em Linguística e Língua Portuguesa da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Campus Araraquara/SP

Endereço para acessar este CV: Endereço para acessar este http://lattes.cnpq.br/1956321554980042

Referências

ANDRADE, Maria Margarida de. Introdução à metodologia do trabalho científico: elaboração de trabalhos na graduação. 7 ed. São Paulo: Atlas, 2006.

BRASIL. Consolidação das leis do trabalho (CLT). Decreto-lei nº 5452, de 1º de Maio de 1943. (Editado pela Redação dada pela Lei nº 13.509, de 2017).

EAGLY, A.; CARLI, L. Women and the labyrinth of leadership. Harvard Business Review, v. 85, n. 9, p. 62-71, 2007.

FACHIN, Odília. Fundamentos de metodologia. 5.ed. São Paulo: Saraiva, 2006.

FERREIRA, R. C.; SIQUEIRA, M. V. S. O gay no ambiente de trabalho: análise dos efeitos de ser gay nas organizações contemporâneas. In: ENANPAD, 31., 2007, Rio de Janeiro. Trabalhos apresentados. Rio de Janeiro: Anpad, 2007.

FLEURY, M. T. L. Gerenciando a Diversidade Cultural: experiência de Empresas Brasileiras. RAE-Revista de Administração de Empresas, v. 40, n. 3, p. 18-25, 2000.

FILIPPE, Marina. O poder da diversidade. REVISTA EXAME. Editora Abril, SÃO PAULO, abril 2019. Edição 1182.

GUEDES, M. N. Terror psicológico no trabalho. São Paulo: LTr, 2003.

GODOY, Arilda Schmidt. Introdução à pesquisa qualitativa e suas possibilidades. Revista de Administração de Empresas. [1995]. Disponível em:<http://bibliotecadigital.fgv.br/ojs/index.php/rae/article/download/38183/36927>. Acesso em: 29 junho. 2019.

HILTROP, J-M. A Framework for Diagnosing Human Resource Management Practices. European Management Journal, v. 14, n. 3, p. 243-254, 1996.

HRYNIEWICZ, L.G.C; Vianna, M.A. Mulheres em posição de liderança: obstáculos e expectativas de gênero em cargos gerenciais. Cad. FGV/EBAPE.BR, v. 16, nº 3, Rio de Janeiro, Jul./Set. 2018. (p. 331-344) Disponível em http://www.scielo.br/scielo.php?script=sci_arttext&pid=S1679-39512018000300331&lng=pt&tlng=pt. Acesso em: 06 de novembro de 2019

IAMAMOTO, M. V. Serviço Social em tempo de capital fetiche: capital financeiro, trabalho e questão social. 4. ed. São Paulo: Cortez, 2010.

KANAN, L. A. Poder e liderança de mulheres nas organizações de trabalho. Revista Organizações & Sociedade, Salvador, v. 17, n. 53, p.243-257, 2010. Disponível em: http://www.spell.org.br/documentos/ver/461/poder-e-lideranca-de-mulheres-nas-organizacoes-de-trabalho. Acesso em: 20 Jun. 2019.

LAKATOS, Eva Maria; MARCONI, Marina de Andrade. Fundamentos de metodologia científica. 8. ed. São Paulo, SP: Atlas, 2017.

MACÊDO, Goiaciara Nascimento Segurado. A construção da relação de gênero no discurso de homens e mulheres, dentro do contexto organizacional. PUC - Universidade Católica de Goiás. (Dissertação de Mestrado em Psicologia). 2003.

MALHOTRA, N. Pesquisa de marketing. 3.ed. Porto Alegre: Bookman, 2001.

MASCARENHAS, André Ofenhejm. Gestão estratégica de pessoas. São Paulo: Cengage Learning. (2009).

PIRES, Fernanda Mendes; LUCAS, Angela Christina; ANDRADE, Sandra Mara de, AMORIM, Wilson Aparecido Costa de; FISCHER, André Luiz. Gênero e as Práticas de Gestão nas Melhores Empresas para se Trabalhar no Brasil. Gerais: Revista Interinstitucional de Psicologia, 3 (1), 2010, 81-94.

ROUSSEAU, D. M.; ARTHUR, M. B. The boundaryless human resource function: building agency and community in the new economic era. Organizational Dynamics, v.27, n.4, p. 7-18, 1999.

SIQUEIRA, M.; ZAULI-FELLOWS, A. Diversidade e Identidade Gay nas Organizações. In: IV ENCONTRO NACIONAL DE ESTUDOS ORGANIZACIONAIS. Anais. Porto Alegre, 2006.

ULRICH, D. Os campeões de recursos humanos: inovando para obter os melhores resultados. São Paulo: Futura. (1998).

Downloads

Publicado

2020-07-26

Edição

Seção

Artigos