O CRÉDITO AGRÍCOLA E A INADIMPLÊNCIA NO SISTEMA COOPERADO: UM ESTUDO DE CASO NA COOPERHORT

Autores

  • Geovana Aparecida Elias Kvitschal FIESC
  • Rosangela Moreira de Melo CooperHort
  • Vilmar José Zaccaron UNIARP
  • Marcus Vinicius Kvitschal UNIARP - câmpus Caçador Epagri - Estação Experimental de Caçador, SC

DOI:

https://doi.org/10.33362/visao.v4i1.805

Palavras-chave:

Crédito de custeio. Crédito de investimento. Cooperativa.

Resumo

Resumo: Com a instituição das políticas de crédito rural a partir da década de 60, o Brasil vivenciou uma expansão da produção agropecuária, principalmente em função da modernização dos sistemas produtivos. Mas a maior disponibilidade de recursos financeiros bem como a maior facilidade de acesso a esses recursos, ao longo do tempo, também culminou no aumento da inadimplência no meio rural. O presente trabalho teve como objetivo fazer uma pesquisa diretamente nas propriedades rurais da região Meio-Oeste de Santa Catarina em temas que relacionados ao acesso ao crédito rural, e a inadimplência desse setor. Utilizou-se formulário próprio para realizar entrevistas com um grupo aleatório de agricultores cooperados da COOPERHORT no primeiro semestre de 2015. As perguntas tiveram como objetivo levantar informações para traçar um perfil básico do agricultor entrevistado e da sua propriedade, e também abrangeram temas relacionados ao crédito agrícola nas propriedades, o uso desses recursos, e os índices de inadimplência. Os dados foram tabulados de forma anônima, e analisados mediante aplicação de técnicas de estatística descritiva. De forma geral, os agricultores mostraram muita resistência em responder o questionário da entrevista por completo. Maior representatividade na amostragem foi conseguida nas cidades de Fraiburgo e de Lebon Regis, cujas propriedades são caracterizadas pelo pequeno tamanho, em média 30 hectares. As culturas predominantes nessas propriedades são a cebola, o alho, a soja e o milho. A oferta e acesso ao crédito rural foi crescente nessa região nos últimos 5 anos. Apenas 66% dos agricultores amostrados usufruem de algum tipo de crédito rural, seja para custeio, investimento ou comercialização. Apenas 10% dos agricultores amostrados não conseguiu honrar seus contratos de financiamento agrícola até a data estipulada nos contratos de crédito. A inadimplência no meio rural é bastante pequena, com índice de apenas 2% na região amostrada. Os sistemas de análise de cadastro e escolha de beneficiários para contatos de crédito rural atualmente praticados na COOPERHORT são eficientes, dados os baixos índices de inadimplência verificados.

Palavras-Chave: Crédito de custeio. Crédito de investimento. Cooperativa.

Agricultural credit and the defaults at the Cooperative System: a case study in COOPERHORT

Abstract: With the establishment of rural credit policies from 60s, Brazil experienced an expansion of agricultural production, mainly due to the modernization of the production systems. But the greater availability of financial resources and the greater facility to access these resources also resulted in rising defaults in the countryside along the time. The objective of this study was make a research in farms in the Midwest region of Santa Catarina State, on topics related to the access to rural credit and default of this sector. It was used an appropriate form to conduct interviews with a randon group of cooperative farmers on first half of 2015. The questions were aimed to gathering information to draw a profile of the interviewed farmers and their respectively farms, and were also related to topics involving rural credits access and about default rates. The data were tabulated anonimously and analysed by applying descriptive analisys techniques. In general, farmers showed a lot of strenght to answer the forms altogether. Greater representativeness was achieved in the cities of Fraiburgo and Lebon Regis, whose farmers are characterized by small size, an average of 30 ha. The predominant crops on these farms were onion, garlic, soybean and corn. The supply and access to rural credit were growing in the last five years in this region. Only 66% of sampled farmers enjoys some kind of rural credit, for either funding, investments or commercialization. Only 10% of farmers sampled could not honor its loan agreements to the date stipulated in agreements. The default rate in rural reality is quite small, with only 2% rate in the sampled area. The systems of analisys of register and choices of beneficiaries for rural credit agreements currently used at Cooperhort are efficient because de default rates are low in these regions.

Keywords: Funding credits. Investments credits. Co-op.

Biografia do Autor

Geovana Aparecida Elias Kvitschal, FIESC

Analista Financeiro

Rosangela Moreira de Melo, CooperHort

Administrador de empresas; analista financeiro

Vilmar José Zaccaron, UNIARP

Professor

Marcus Vinicius Kvitschal, UNIARP - câmpus Caçador Epagri - Estação Experimental de Caçador, SC

Eng. Agrônomo, Dr. em Genética e Melhoramento de plantas

Publicado

2016-08-15

Como Citar

KVITSCHAL, G. A. E.; DE MELO, R. M.; ZACCARON, V. J.; KVITSCHAL, M. V. O CRÉDITO AGRÍCOLA E A INADIMPLÊNCIA NO SISTEMA COOPERADO: UM ESTUDO DE CASO NA COOPERHORT. Revista Visão: Gestão Organizacional, Caçador (SC), Brasil, v. 4, n. 1, p. 36-48, 2016. DOI: 10.33362/visao.v4i1.805. Disponível em: https://periodicos.uniarp.edu.br/index.php/visao/article/view/805. Acesso em: 6 out. 2022.

Edição

Seção

Artigos